Casa & Construção

Emoldurando com charme

Característicos do século XVII e XVIII, e utilizados para dar isolamento térmico extra nas paredes, o boiserie garante, também, um efeito de charme e classe aos ambientes

14 de fevereiro de 2021

Boiserie. Já ouviu falar? Talvez não, mas com certeza, ao ver as imagens, você saberá o que é. Característicos do século XVII e XVIII, e utilizados para dar isolamento térmico extra nas paredes, o boiserie garante, também, um efeito de charme e classe aos ambientes.

continua após a publicidade

Tradicionalmente de madeira, hoje ele pode ser encontrado em materiais como poliuretano, cimento e gesso. As opções em gesso e cimento podem ser feitas conforme projeto específico, através de moldes, trazendo, assim, mais personalidade aos ambientes, enquanto que as opções em poliuretano já possuem modelos definidos prontos, porém, podem ser aplicadas sem sujeira ou quebra-quebra.

Os boiseries são aplicados diretamente sobre as paredes e fixados de acordo com o material da moldura. O modelo escolhido – largura e espessura -, assim como desenho da aplicação e posição das molduras, deve ser feito por um profissional, através de um projeto de interiores e de detalhamento – pois todo o charme, elegância e personalidade que as peças imprimem dependem do seu desenho e proporção. Ao contrário do que se pensa, os boiseries não são utilizados apenas em projetos de estilo clássico.

continua após a publicidade

Devido às suas infinidades de modelos e características de materiais, é possível usá-los em projetos bem atuais e modernos. Para isso, o recurso da pintura se encaixa muito bem, pois ao utilizar cores fortes aplicadas sobre os boiseries, por exemplo, o material passa a ser um item de destaque no ambiente e adquire um fator marcante de modernidade. O uso de duas cores ou com a aplicação de papel de parede também pode ser um recurso para quem deseja ambientes mais despojados e exclusivos.

Escolha seu modelo, contrate um profissional para o projeto e modifique seu ambiente de maneira super fácil e rápida. Mãos à obra!

Por Cristina Fausel, arquiteta e designer de interiores

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade