Especiais

Uma imersão na cultura da dança

Alunos pomerodenses participam de oficina de dança folclórica

21 de maio de 2022

Foto: Isadora Brehmer / Jornal de Pomerode

Os alunos das escolas Curt Brandes e Hermann Guenther tiveram uma experiência diferente, na terça-feira, 17 de maio. Em meio ao frio que chegou ao nosso estado, os alunos tiveram a oportunidade de se aquecer praticando os ritmos da valsa e da polka.

continua após a publicidade

Isso porque foi realizada uma ação que tinha como objetivo difundir a prática da dança folclórica, nos ritmos da valsa e da polka. As aulas, realizadas nos períodos matutino e vespertino, foram ministradas pelos integrantes do Vokstanzgruppe Blauer Berg, da vizinha cidade de Timbó.

A ação é uma contrapartida social apresentada pelo Ministério do Turismo, prevista na programação da 14ª Osterfest (PRONAC 19 18 02). As aulas começaram de manhã, primeiro na Escola Curt Brandes, às 8h15min, e os alunos se reuniram no ginásio da escola, para acompanhar a oficina.

continua após a publicidade

Os integrantes do grupo folclórico explicaram às crianças e adolescentes um pouco do que é cada um dos tipos de dança e depois ensinaram, de forma prática, alguns dos passos mais característicos da valsa e da polka. Mais tarde, a ação se repetiu na Escola Hermann Guenther, ainda de manhã, e os alunos do período vespertino das duas escolas também passaram pela experiência.

 

Foto: Isadora Brehmer / Jornal de Pomerode

 

De acordo com a coordenação da ação, cerca de 1000 pessoas foram impactadas pela ação, entre alunos, professores e comunidade.

A integrante do Vokstanzgruppe Blauer Berg, Mirela Oss-Emer, destacou a importância de realizar ações como esta, para fomentar a cultura da dança folclórica ainda mais na região.

“É na escola que começa a continuidade da nossa tradição, pois os jovens são o futuro. Antigamente era um pouco mais fácil, as pessoas tinham interesse pela dança folclórica, pelos passos. Então ficamos felizes em ensinar os pequenos, pois, quem sabe, quando tiverem seus 18 anos, tenham interesse em fazer parte de um grupo folclórico, aqui em Pomerode temos grupos também. Por isso é muito importante estarmos na escola, pois é onde tudo começa, fomenta a cultura para as crianças e para os pais, em casa, e assim esperamos conseguir manter essa cultura tão bonita e tão forte”, ressaltou.

O Vokstanzgruppe Blauer Berg, em Timbó, também realiza um trabalho com crianças para mantê-los como integrantes até a fase adulta, e já possui 30 anos de história na dança folclórica.

As alunas do 7º ano A da Escola Hermann Guenter, Sara Sofia Borchardt e Letícia Amanda Hackbarth, elogiaram a ação e comentam que aprovaram a experiência. “Eu achei maravilhoso, pois sempre quis aprender a dançar e, como terei que dançar com meu pai em minha festa de 15 anos, pude aprender um pouco e foi incrível!”, disse Sara.

“Eu dançava com a minha mãe, no Grupo Folclórico Edelweiss, sempre desfilava também com ela e a experiência de ter contato com a dança folclórica está super aprovada”, garante Letícia.

O evento tem o Patrocínio: KYLY, Mueller, Oxford e Unifique. Também conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Pomerode, por meio da Secretaria de Educação e Formação Empreendedora, e é uma realização da Associação Visite Pomerode – AVIP, Lei de Incentivo à Cultura, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal -Pátria Amada Brasil.

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade