Comunidade

Pomerode fica em terceiro lugar no Indicador da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal (ICF), em SC

Estudo foi publicado na última segunda-feira, pela Secretaria do Tesouro Nacional.

29 de junho de 2022

Foto: Envato Elements

O município de Pomerode está em 3º lugar no ranking de Qualidade da Informação Contábil e Fiscal (ICF), em âmbito estadual. O estudo foi publicado na última segunda-feira, dia 27, pela Secretaria do Tesouro Nacional.

continua após a publicidade

O ranking é feito com base nos dados de 2021, no qual a cidade mais alemã do Brasil teve nota “A” no ICF, com pontuação de 98,20%. Apenas 6,61% dos municípios atingiram essa marca.

Vale lembrar também que entre os municípios da microrregião da AMVE, Pomerode é a primeira colocada, e a 46ª em nível nacional. Mas essa colocação não é de forma repentina, uma vez que desde 2019, a cidade supera suas marcas e obtém números cada vez melhores.

continua após a publicidade

Para a produção do ranking, a avaliação é dividida em quatro dimensões: Gestão da Informação (DI), Informações Contábeis (DII), Informações Fiscais (DIII) e informações Contábeis x Informações Fiscais (DIV). Nosso Município obteve 100% em três delas – DI: 92,3%; DII: 100%; DIII: 100%; DIV: 100%.

Para o contador Geral do Município, Diego Arruda Irigoite, a destacada posição de Pomerode é fruto de um trabalho de muito esforço de toda a equipe.

“É um trabalho sério, continuo e de longo prazo realizado pela Secretaria de Gestão Administrativa e Fazendária (Segaf), em conjunto com os diversos setores de todos os órgãos do Poder Executivo, que subsidiam o Departamento de Contabilidade com informações para uma melhor transparência à sociedade”, completa.

O Secretário da Segaf, Genrado Riemer, enfatiza o trabalho feito durante toda a gestão e comenta a confiança que é transmitida para os contribuintes.

“Pomerode, mais uma vez, demonstra responsabilidade no que diz respeito ao planejamento e ações com os recursos públicos, o que permite investimentos para a cidade e retorno ao cidadão. Isso aumenta a confiança do contribuinte em relação à Prefeitura que, desde 2017, vem se aprimorando a adotando medidas eficazes para dar mais transparência aos atos, e cumprir todas as recomendações dos órgãos regulamentadores e fiscalizadores”, enaltece.

 

Confira a evolução do ranking:

 

Qualidade da Informação Contábil e Fiscal (ICF)

O ICF é uma iniciativa da Secretaria do Tesouro Nacional, que foi criada para avaliar a consistência da informação que o Tesouro recebe por meio do Sistema de informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi) e disponibiliza para o acesso público.

O intuito do ranking é fomentar a melhoria da qualidade da informação usada, tanto pelo Tesouro Nacional, quanto para a população. A primeira edição do ranking de Qualidade da Informação Contábil e Fiscal foi em 2020, com base nos dados de 2019.

 

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade