Terca-Feira, 21 de Setembro de 2021

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Agora, com a marca registrada

Handgemacht consegue registro oficial da marca, neste mês de julho

e2bdd6a6f4202a8329aeeb2da51e8662.jpg Foto: Divulgação

A comunidade artesã de Pomerode fechou o mês de julho com uma notícia animadora. Na de quarta-feira, dia 28 de julho, a Handgemacht recebeu um certificado da empresa Celumar, que oficializa o nome “Handgemacht” como uma marca registrada. 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/ffd61332a4e29290e4edbdc12b3cf4f1.png https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/d71818c47d981bb85097e8de3648507e.jpg

 

O processo teve o apoio da Associação Empresarial de Pomerode, Acip. De acordo com o consultor da Acip, Maurício Nienow, o registro da marca é importante para que o nome Handgemacht não seja alvo de plágio. 

“A associação ganha muito com o registro da marca. Sem o registro, outras pessoas poderiam utilizar o nome parecido, semelhante ou até mesmo igual. Fomos atrás para fazer toda parte burocrática, já que é feita toda uma pesquisa para ver se há outro nome parecido”, comenta.

Para Rafaela Trapp, presidente da Associação de Artesãos, comenta que o registro também irá trazer uma valorização ainda maior para a marca e a todos os envolvidos com o artesanato. 

“Estamos dando um passo à frente como registro oficial de nossa marca. Agora, passamos a ser um “CNPJ”. Isso acaba mostrando ao público que estamos fazendo um serviço sério e esse registro também faz com que se crie uma identidade e mostrar que o artesanato é feito aqui”, relata Rafaela.
Ainda, de acordo com Nienow, o processo levou cerca de dois anos, para ser ter o registro oficial da marca. Além disso, o consultor da Acip ressaltou a importância do local para cidade e fala sobre as expectativas para o futuro, após passar pelo período mais crítico da pandemia.

“Ficamos com às portas fechadas por um tempo, por conta de todos os decretos. Neste ano, percebemos que tivemos uma grande melhora, as pessoas estão voltando para a loja e consumindo os nossos produtos. Devemos ressaltar que o local tem capacidade reduzida para 15 visitantes e os clientes estão respeitando muito bem todos os protocolos de saúde, afim de diminuir a propagação do vírus. Acredito que, com a volta dos eventos, a marca poderá ficar ainda mais forte, já que agora, a mesma tem o seu devido registro”, finaliza.