Festival Gastronômico 2022

Técnicas especiais para dar sabor ao café

Morador de Pomerode fala da experiência com a torra de café, para deixar a bebida com um sabor único e especial

16 de julho de 2022

Foto: Raphael Carrasco/JP

A Produção de café no Brasil é responsável por cerca de um terço da produção mundial, o que faz o país ser, de longe, o maior produtor – uma posição mantida nos últimos 150 anos.

continua após a publicidade

A bebida é uma paixão nacional e também de Glauco de Paula Rodrigues, que encontrou no café um hobby que agora está praticamente virando parte de sua rotina.

Nascido e criado no Rio de Janeiro, a inspiração veio por conta de sua mãe, que é de Minas Gerais, um dos grandes produtores de café nacional. A ideia de torrar o grão foi de um tio, que insistiu para que Rodrigues passasse a conhecer a torra do café.

continua após a publicidade

Com isso, o carioca procurou especializações e começou a se interessar ainda mais pela área. Foi aí, então, que ele adquiriu uma máquina, um torrador de café. Rodrigues explica que foi na prática que aprendeu a fazer a torra do café.

“A torra de café é algo parecido como praticar um esporte. Você precisa ter prática para chegar à excelência. Então, há cerca de um ano e meio passei a estudar sobre. E, há quatro meses, passei a levar mais sério e resolvi criar uma marca, a Pomerode Kaffee”, comenta.

Em 2022, Rodrigues comenta que surgiu uma oportunidade de torrar café na Kreativer Platz, em Testo Central, sendo esta, uma das primeiras experiências com turistas. Agora ele está presente no Festival Gastronômico de Pomerode, juntamente com a Pommerhaus, na ‘casa das cucas e pães’.

Rodrigues conta que os grãos são comprados de diversas regiões do Brasil como interior do Paraná, São Paulo e Minas Gerais. Depois que os grãos estão em Pomerode, eles passam por um processo de torra, na máquina adquirida para fazer o processo.
As etapas são acompanhadas de um software de computador, que monitora a temperatura e também o tempo da torra. Para cada tipo de café, o tempo de torra é diferente. Na ocasião, enquanto produzíamos a reportagem, os grãos ficaram cerca de 12 minutos na máquina.

Após isso, eles são despejados e resfriados rapidamente com dutos de ar, para não perder o sabor marcante. Os cafés podem ser adquiridos tanto em grãos, quanto moído. Os produtos podem ser encontrados no Festival Gastronômico de Pomerode, sediado no Parque Municipal de Eventos.

O Festival segue até o dia 24 de julho e ocorre de segunda a sábado, durante a noite e domingo no horário de almoço.

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade