Comunidade

Prefeitura abre sindicância para investigar possível caso de “funcionário fantasma”

Caso será investigado pelo Ministério Público

17 de janeiro de 2022

Foto: Arquivo JP

O Ministério Público de Santa Catarina abriu um inquérito para investigar um servidor público municipal, de Pomerode, que estaria recebendo o seu salário sem a comprovação de trabalho, durante suas atividades remotas, em virtude da Covid-19.

continua após a publicidade

A irregularidade foi apontada pela Prefeitura de Pomerode, que instaurou uma sindicância investigatória para apurar a suposta irregularidade. De acordo com o documento, publicado no Diário Oficial, constatou-se que o servidor manteve-se afastado de suas funções presenciais por um longo período, no entanto sem comprovação de qualquer atividade que tenha desempenhado.

Assim, diante da suposta irregularidade durante a concessão do teletrabalho supostamente realizado pelo servidor, a instauração da sindicância irá apurar:

continua após a publicidade

a) O exato período que o servidor permaneceu afastado;

b) O motivo do afastamento;

c) Quem autorizou o afastamento;

d) De que forma foi exercido o controle sobre as atividades do servidor;

e) A existência de prejuízo ao erário

A publicação da portaria, feita no Diário Oficial dos municípios, pode ser conferida clicando aqui.

 

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade