Especiais

Uma nova oportunidade de ter um lar

Cachorro que foi encontrado abandonado, é adotado e passa a ter uma nova casa

10 de julho de 2022

Foto: Raphael Carrasco / Jornal de Pomerode

Dando um novo lar para um cachorro. Foi isto que Luciana Corrêa, moradora do bairro de Testo Alto, fez quando ficou sabendo que cães foram deixados em uma residência, em Testo Rega.

continua após a publicidade

Após ver a publicação do Jornal de Pomerode, sobre o caso de abandono, ela entrou em contato com Andresa Luedtke, que encontrou os animais em estado de maus-tratos, na sua residência, na manhã da última segunda-feira, dia 04 de julho.

Comovida com a situação, Luciana foi até a casa de Andresa para ver de perto os cães e decidiu levar um. De raça e idade indefinidas, o Estopinha foi batizado e, agora, faz parte da família de Luciana.

continua após a publicidade

O cachorro, que ainda aparenta ser filhote, já está recebendo todos os cuidados, com muito amor e carinho. O cãozinho já se adaptou com a família e alegra os filhos de Luciana, que passam o tempo brincando com o novo animal.

Ela conta que Estopinha ainda é um pouco assustado. Luciana acredita que, antes de ser abandonado, sofria maus-tratos. Agora, Estopinha, neste primeiro momento, está dormindo no quarto, juntamente com Luciana e seu marido.

Foto: Raphael Carrasco / Jornal de Pomerode

 

“Ele é um amor. Muito dócil, muito tranquilo e está amando as crianças. Estamos sempre de olho para não fugir, mas ele não tenta sair de casa. Eu fico muito feliz em poder dar uma nova oportunidade dele ter uma nova moradia”, comenta.

Luciana complementa que sempre foi uma amante de animais de estimação. Infelizmente, um dia, uma gata da família acabou sendo envenenada e morreu.

“O Estopinha é o segundo cachorro agora. Eu amo animais de estimação. Eu tinha um gato, que adotei do sítio Dona Lúcia. Certo dia, encontrei ele morto, por causa de envenenamento. Fiquei muito chateada com toda situação e fico inconformada quando vejo esse tipo de maus-tratos e abandonos. É algo que me toca, emociona”, completa.

 

Abandono em Testo Rega

Conforme dito no início da matéria, na segunda-feira, dia 04 de julho, a moradora de Testo Rega Andresa Luedtke foi surpreendida por três cachorrinhos que foram abandonados na sua residência.

Ela, que também sempre foi uma defensora da causa animal, se sentiu indignada com a situação e por não poder ficar com cães, fez uma publicação nas redes sociais, que após, foi repostada pelo JP.

“É revoltante ter que resolver problemas de pessoas irresponsáveis, que tratam animais como se fossem objetos descartáveis. Vivemos em um tempo de tanta informação, programas de castração e têm pessoas que pensam que “terceiros” poderão resolver os problemas deles. Me sinto desapontada quando sou deparada com tamanha crueldade”, comenta.

Foto: Raphael Carrasco / Jornal de Pomerode

 

Andresa, ainda, fala da importância da castração e acredita que a mesma possa ajudar a combater maus-tratos e abandonos de animais.

“Gostaria de reforçar a importância da castração. Como já mencionei, há diversos programas na região de castração solidária que podem ajudar a sociedade a acabar com o mal do abandono”, finaliza.

 

Abandono é crime

O abandono de animais está se tornando cada vez mais frequente.

Ao presenciar esse fato, faça uma denúncia registrando através de filmagem, foto ou anotando a placa de veículos e informar rapidamente a polícia. Ligue 190 ou no disque denúncia 181.

Animais não são descartáveis e abandoná-los é crime, segundo a nova Lei Federal nº 14.064/20, que altera a Lei nº 9.605/1998, aumentando a pena de detenção para até cinco anos para crimes de maus-tratos a cães e gatos.

O abandono causa extremo sofrimento ao animal, que tem dificuldades para encontrar alimento e abrigo em ambientes desconhecidos, ficando desprotegidos da chuva, do frio, da exposição ao tempo e sujeitos a brigas, atropelamentos e maus-tratos.

 

Adote você também!

O Sítio Dona Lúcia, em Blumenau, que fica pertinho de Pomerode, também possui vários animais para adoção. Atualmente, são mais de 1.300, que estão sob o cuidado da voluntária, que abraça a causa animal com muito amor.

O local também precisa de doações para manter as estruturas e garantir a alimentação dos cachorros. Para fazer sua doação, basta acessar as redes sociais do Sítio Dona Lúcia e deixar sua contribuição.

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade