Estado

Quatro pessoas morrem após serem encontradas desacordadas dentro de BMW em Balneário Camboriú

As vítimas eram naturais de Paracatu, em Minas Gerais. As identificações ainda não foram divulgadas

1 de janeiro de 2024

Foto: Felipe Sales / NSC TV

Quatro pessoas morreram após serem encontradas com parada cardiorrespiratória dentro de uma BMW estacionada na rodoviária de Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, na manhã desta segunda-feira (1º). As vítimas eram naturais de Paracatu, em Minas Gerais, e tinham 16, 19, 21 e 24 anos. As identificações ainda não foram divulgadas.

A principal suspeita é de morte por intoxicação, segundo o delegado Bruno Effori. Ele disse que a investigação já identificou uma perfuração no veículo jogando monóxido de carbono pra dentro dele.

Inicialmente, o delegado informou que havia cinco jovens no veículo com placas de Minas Gerais: três homens e duas mulheres, e uma delas sobrevivente. A jovem foi encaminhada para exame de corpo de delito e em seguida foi ouvida pela polícia.

Ela relatou que saiu de Minas Gerais de ônibus para encontrar o namorado e os amigos, nesta manhã, na rodoviária. O grupo, também de Minas Gerais, havia se mudado para a Grande Florianópolis há um mês. Eles esperariam por ela em Balneário Camboriú, para seguirem até a capital catarinense juntos.

Quando chegou, encontrou os quatro ocupantes relatando ânsia de vômito e tontura. Ela ficou, então, saindo e entrando do carro, esperando eles melhorarem, o que não aconteceu.

Ao todo, eram 3 homens e duas mulheres dentro do carro. O mais velho entre os que perderam a vida, conforme o delegado, tinha 24 anos. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal.

Localização dos corpos

O Corpo de Bombeiros foi chamado às 7h30 desta segunda-feira para dar apoio à equipe do Samu, que atendia uma ocorrência com quatro jovens em parada cardiorrespiratória no Terminal Rodoviário de Balneário Camboriú.

Quando os bombeiros chegaram, as vítimas tinham sido retiradas de dentro do veículo, onde foram encontradas, e estavam deitadas no chão, recebendo atendimento de reanimação.

Após 40 minutos de procedimentos avançados de reanimação e nenhuma resposta aos procedimentos realizados, a equipe médica do Samu decretou o óbito do grupo.

Fonte: g1

Notícias relacionadas