Saúde

Pomerodense cria Vakinha On-line para tratar doença rara

Leandro Hornburg está com Acalasia e necessita de R$ 15.000,00 para a realização de uma cirurgia no esôfago.

17 de dezembro de 2020

Imagina você ingerir alimentos e líquidos e eles não conseguirem chegar ao seu estômago. Pois esse distúrbio existe, se chama Acalasia e está presente na vida de um pomerodense de 28 anos. Por causa desta doença, nos últimos oito meses, Leandro Hornburg já emagreceu 40kg e necessita, urgentemente, de uma cirurgia para correção do problema, em virtude do seu estado avançado.

continua após a publicidade

A Acalasia resulta de danos nos nervos do tubo alimentar (esôfago), impedindo que ele direcione o alimento para o estômago. Rara, a doença pode ser causada por uma resposta anormal do sistema imunológico.

Hornburg relata que tudo o que ingere, acaba regurgitando, pelo fato de seu esôfago estar bastante comprometido. “Não consigo comer nada e isso resulta em muita fraqueza e perda de peso. E como eu tenho um trabalho autônomo, isso prejudica minha atividade profissional e se eu não trabalhar, não tenho como viver. Por isso, preciso urgentemente desta cirurgia”, ressalta.

continua após a publicidade

Inclusive, a origem para o distúrbio é desconhecida. “Já fiz exames para verificar se o problema veio de um inseto chamado ‘Barbeiro’, o mesmo que transmite a Doença de Chagas, mas essa possibilidade já foi descartada”.

 

 

Por conta disso, a família de Hornburg está realizando uma “Vakinha On-line”, a fim de custear a cirurgia e o pós-operatório do pomerodense. “Pelo SUS, é muito demorado, tanto que uma endoscopia demorou um ano e meio para ser realizada. Eu necessito de R$ 15.000,00, que irão pagar as despesas da operação e o tratamento após a cirurgia. Portanto, quem quiser contribuir, pode entrar no site www.vakinha.com.br e procurar pelo título ‘Ajude Leandro Com Acalasia’ ou por meio do Pix, pela chave hornburg1992@gmail.com”, enfatiza o morador de Testo Alto.

Ele aproveita para agradecer a todos que estão empenhados em ajudar, neste momento difícil, mas que terá um final feliz. “Com fé em Deus e a ajuda de todos, conseguiremos vencer essa batalha. Muito obrigado”, conclui Hornburg.

 

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade