Saúde

Pomerode tem índices baixos de vacinação contra Gripe e Sarampo

Público-alvo da Campanha será ampliado em todo o estado

27 de maio de 2022

Foto: Envato Elements

Em uma semana, no dia 03 de junho, se encerra a Campanha de Vacinação contra Gripe e Sarampo em todo o país, mas os índices de cobertura vacinal são considerados baixos, levando em conta o estágio em que está a Campanha de Vacinação.

continua após a publicidade

Pomerode, segundo a Vigilância Epidemiológica, tem coberturas vacinas baixas contra a Influenza, em todos os grupos. 42,41% das crianças de seis meses a menores de cinco anos receberam a vacina; puérperas 30,9%; idosos 52,9%, professores 22,63%. O maior índice de cobertura vacinal é o dos trabalhadores de Saúde, que chega a 61,6%.

A meta da Campanha, segundo determinado pelo Ministério da Saúde, é de 90% de cobertura vacinal, nos grupos prioritários.

continua após a publicidade

Ainda segundo a Vigilância Epidemiológica, números semelhantes são encontrados na vacinação contra o Sarampo, de trabalhadores e crianças entre seis meses e menores de cinco anos. A meta também é vacinar pelo menos 90% das pessoas contempladas em cada um desses grupos.

Faltando pouco mais de uma semana para o término da Campanha de Vacinação, a cobertura vacinal alcançada, até este momento, está muito abaixo do esperado. Para a gripe, as pouco mais de 987 mil doses aplicadas equivalem a 36,4% da população alvo, estimada em 2.711.142 pessoas. Considerando apenas o público prioritário (crianças, gestantes, puérperas, idosos, trabalhadores de saúde, professores e povos indígenas), a cobertura é de apenas 45,6%, sendo que a meta a ser alcançada é de 90%.

 

Público-alvo será ampliado

Na reta final da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe e o sarampo, a Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina, em conjunto com as secretarias municipais de saúde, decidiram ampliar o público-alvo.

A partir desta sexta, 27, além dos grupos prioritários, já elencados para receber as vacinas, também poderão ser vacinadas crianças de 5 a 11 anos de idade e todos os trabalhadores da saúde, como médicos veterinários, profissionais de educação física, entre outros, mesmo que não atuem em estabelecimentos de assistência e vigilância.

A decisão de ampliação dos grupos prioritários foi tomada em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) realizada nesta quinta-feira, 26, e foi motivada pela grande quantidade de vacinas disponíveis nos municípios e a baixa procura até o momento. A Campanha de Vacinação contra a gripe e o sarampo teve início no dia 04 de abril e segue até o dia 03 de junho, uma sexta-feira.

Em seguida, na segunda-feira subsequente, dia 06, a vacina contra a gripe será liberada para toda a população. No caso da vacina contra o sarampo, as doses seguem disponíveis nos postos de saúde para aplicação de rotina, seguindo o Calendário Nacional.

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade