Estado

MPSC acompanha investigação de supostas ameaças de atentado a escola de Rodeio

O caso começou a ser averiguado no último dia 03 de abril.

13 de abril de 2023

Foto: Envato Elements

A Promotoria de Justiça da Comarca de Ascurra, que abrange também os municípios de Rodeio e Apiúna, acompanha o trabalho de investigação de dois casos de ameaças de atentado, via Rede Social, a uma escola de Rodeio.

O trabalho, em conjunto com a Polícia Civil de Santa Catarina e com o apoio do CyberGaeco, resultou na identificação dos adolescentes suspeitos, que teriam confessado serem os responsáveis pelas páginas que continham informações de supostos ataques à escola. A apuração sobre os supostos ataques começou no dia 03 de abril.

O Ministério Público de Santa Catarina se mostrou favorável ao pedido da Polícia Civil pela internação dos adolescentes em um centro de atendimento socioeducativo provisório, a fim de garantir que a conduta deles não evolua para eventos mais graves.

Igualmente, nesta terça-feira, 11 de abril, o Ministério Público apresentou representação para a apuração dos atos infracionais cometidos e aplicação de medidas socioeducativas, classificando os atos infracionais como análogos aos crimes de ameaça, atentado contra o funcionamento de serviço de utilidade pública e incitação ao crime.

Nos próximos dias, o Poder Judiciário deverá apreciar a representação e designar audiência para ouvir os adolescentes e posteriormente as testemunhas.

Os celulares dos adolescentes investigados foram apreendidos e vão ser submetidos à perícia pela Polícia Científica do Estado de Santa Catarina.

Segundo a Polícia Civil, não há comprovação do vínculo dessas ameaças com o ataque à creche de Blumenau.  A Promotoria de Justiça de Ascurra também instaurou procedimento para acompanhar a implementação de medidas que aumentem a segurança nas escolas da Comarca.

Fonte: MPSC

 

Notícias relacionadas