Política

João Alberto Pizzolatti fala de sua pré-candidatura para Deputado Federal

Ele participou de uma entrevista veiculada no “Programa do Mani”, da TVJP e falou sobre os próximos desafios

22 de julho de 2022

Foto: Raphael Carrasco/JP

Na última quarta-feira, dia 20 de julho, o pomerodense João Alberto Pizzolatti foi o convidado do “Programa do Mani”, exibido, ao vivo, através do Facebook do Jornal de Pomerode.

continua após a publicidade

Pizzolatti estará lançando a sua pré-candidatura a Deputado Federal, pelo Partido Progressita (PP), e estará em busca de uma cadeira na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Formado em Gestão Pública e Administração Empresarial, o pomerodense está partindo para o desafio de entrar no mundo da política, seguindo os passos da família, já que, o pai foi eleito cinco vezes, também como Deputado Federal. Agora, Pizzolatti pretende continuar o legado e fala do motivo de ter tomado a decisão de ser um pré-candidato à Câmara, na capital federal brasileira.

continua após a publicidade

“Meu pai foi deputado, cinco vezes. Ele foi um dos que nos mais trouxeram recursos para Pomerode e região, trazendo verbas para o Hospital, esporte e diversas áreas, na nossa cidade. Eu escolhi a política para trabalhar de uma forma pragmática, sempre em busca dos resultados, por conta também da minha formação e área de atuação. Então, me coloquei à disposição para poder ser uma ponte entre Brasília e Pomerode, em busca de melhorias para a cidade, sempre com profissionalismo e planejamento”, comenta.

Pizzolatti também falou dos desafios que pode enfrentar à frente, já que está iniciando a sua vida política.

“Por mais que seja uma novidade, sempre fui muito ligado à política, porém, nunca tinha colocado meu nome à disposição, numa eleição. Acompanhando a atuação da minha família nesse ramo e estudando um pouco sobre economia e a política em si, percebemos que é possível fazer com que essas verbas possam ser destinadas de maneira correta, para os municípios. É importante manter um diagnóstico constante dos ministérios, dos programas e ver se é possível habilitar uma verba para trazer à cidade. Esses estudos e análises são de extrema importância para que esses recursos possam ser destinados de maneira correta e com mais frequência. Pagamos impostos e muito pouco vai para os municípios, por isso que precisam de pontes de Brasília para as cidades, e aí os resultados podem aparecer”, explica.
Pizzolatti também falou sobre a relação que fazem com o nome de seu pai, que também se chama João Alberto Pizzolatti.

Perguntado por Mani Goede, o filho do ex-deputado ressaltou a importância de esclarecer algumas situações que envolveram o nome do pai, recentemente.

“É inevitável que a gente não toque nesse assunto. Foram algumas situações delicadas que ele acabou se envolvendo e, sim, ele errou. No caso do acidente, que envolveu aquela vítima grave, hoje em dia damos a assistência financeira para a família e isso fez com que a gente também tentasse ajudar o pai, para que deixasse de lado alguns ‘vícios’. Não podemos fugir dessas situações e o que podemos fazer é dar o apoio e tentar ajudar, de alguma forma, e fazer com que mudanças na vida dele possam ser feitas”, relata.

Pizzolatti conversou sobre outros assuntos, relacionados à política nacional e abordou outras pautas, durante a entrevista. Tudo isso, pode ser conferido na íntegra no “Programa do Mani”, da TVJP.

Para assistir o vídeo completo, basta clicar aqui 

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade