Saúde

Hospital Santa Isabel realiza transplante renal entre pacientes vivos

Procedimento aconteceu após Maria Celina doar o órgão para o irmão de 70 anos

31 de janeiro de 2022

Foto: Gabriel Silva / Comunicação HSI

O Hospital Santa Isabel de Blumenau – SC, que faz parte da Rede Santa Catarina, realizou na quinta-feira, 27 de janeiro, um procedimento de transplante renal entre pacientes vivos. Maria Celina, de 68, doou o órgão para seu irmão, Moacir José, de 70. A doação é possível pois um paciente pode viver somente com um rim. O procedimento foi um sucesso.

Maria Celina recebeu alta na manhã de sexta-feira, quando retornou para Balneário Camboriú, cidade em que reside. Moacir, morador de Jaraguá do Sul, segue internado na unidade de transplantes do Hospital Santa Isabel, se recuperando do procedimento. Segundo ele, a doação foi voluntária: “Ela ofereceu. Todos os exames atestaram a compatibilidade do órgão e fizemos a cirurgia”, explica.

“Só desejo saúde para nós, principalmente para meu irmão”, revela Maria. O primeiro encontro dos dois após o transplante aconteceu antes da alta hospitalar da doadora. Ela disse que não sairia do hospital sem vê-lo antes. O rápido encontro foi organizado pelas equipes assistenciais das unidades Coração de Jesus e Nossa Senhora Aparecida.

 

O transplante

Num transplante renal, o órgão de uma pessoa viva ou falecida, desde que esteja saudável, é doado a um paciente portador de insuficiência renal crônica avançada. Através de uma cirurgia, o rim é implantado no paciente e passa a exercer as funções de filtração e eliminação de líquidos e toxinas. Diferente dos demais transplantes, os rins do paciente não são retirados: ele é posicionado ao lado do órgão que já era do paciente – a menos que estejam causando infecção ou hipertensão.

 

Como fica o doador?

É difícil estimar se ele terá problemas renais no futuro. Mas, é importante levar em consideração que ele passa a ter um órgão fazendo o trabalho de dois, por isso o doador terá cuidados especiais para o resto da vida. O paciente transplantado também: com frequência ele deve comparecer ao Ambulatório de Transplantes do Hospital Santa Isabel para exames. Com o passar do tempo, os exames vão se tornando anuais.

Texto: Gabriel Silva/Comunicação HSI

Notícias relacionadas