Saúde

Hospital Santa Isabel realiza procedimento robótico inédito em Santa Catarina

Instituição é pioneira no segmento e tem Programa de Cirurgia Robótica consolidado

18 de maio de 2022

Foto: Philipe Oliveira/Comunicação HSI

A mais alta tecnologia médica do mundo está disponível em Blumenau, no Hospital Santa Isabel, desde 2019. O Programa de Cirurgia Robótica da instituição realizou mais um procedimento inédito em Santa Catarina: Tireoidectomia Robótica. Realizada pelo cirurgião robótico Dr. Eduardo Martignago, e aliada à tecnologia do robô-cirurgião Da Vinci Si, a Tireoidectomia Robótica é um procedimento mais seguro e preciso, que permite a remoção do tumor da glândula tireoide sem incisão invasiva no paciente, com menor desconforto no pós-operatório e menos constrangimento com a cicatriz.

continua após a publicidade

A intervenção cirúrgica serve para retirar total ou parcialmente a glândula, responsável por produzir hormônios que regulam o metabolismo. Esta é a principal alternativa para o tratamento de câncer de tireoide.

 

continua após a publicidade

A cirurgia robótica

O Hospital Santa Isabel é a primeira unidade hospitalar catarinense a contar com a cirurgia robótica entre suas especialidades. Com o robô-cirurgião Da Vinci SI, a instituição já realizou mais de 350 procedimentos em pacientes de toda Santa Catarina. Já são mais de 35 cirurgiões credenciados.

O robô Da Vinci Si, um dos mais modernos do mundo, opera com quatro braços, sendo um com uma câmera para que o cirurgião especializado tenha visão 3D ampliada em dez vezes. As especialidades mais beneficiadas são: urologia, cirurgia geral e digestiva, ginecologia, cirurgia torácica, cirurgia de cabeça e pescoço, além de procedimentos complexos de hérnias de parede abdominal.

Foto: Philipe Oliveira/Comunicação HSI

A principal vantagem é a precisão das pinças robóticas controladas pelo cirurgião, que realizam movimentos de 360 graus, mais precisos e com melhor ergonomia. Para atuar no Programa de Cirurgia Robótica, toda equipe é capacitada para manuseio do equipamento.

Para o paciente, uma cirurgia robótica resulta em menos tempo de internação, menor sangramento e menos dor no pós-operatório, além de pouca cicatriz cirúrgica. O Programa de Cirurgia Robótica do Hospital Santa Isabel começou em 22 de julho de 2019, com um procedimento de endometriose numa paciente de 32 anos.

Texto: Gabriel Silva/Comunicação HSI

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade