Estado

Comercialização do suco Del Valle Fresh é suspensa novamente em SC

Venda do produto já havia sido suspensa no mês de maio

28 de junho de 2022

Foto: Divulgação / Del Valle

Após determinação do Ministério Público de Santa Catarina e do Procon/SC, o Tribunal de Justiça voltou atrás em sua decisão e suspendeu novamente a comercialização do suco Del Valle Fresh no estado.

continua após a publicidade

Depois de acolher uma denúncia do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), o órgão havia analisado as informações no site da Del Valle e feito verificação in loco dos rótulos e dos anúncios publicitários nos supermercados, e confirmou que os produtos Del Valle Fresh não possuem a quantidade mínima de fruta para serem considerados suco, néctar ou mesmo refresco.

De acordo com o Decreto N° 6871, de 4 de junho de 2009, o suco integral deve conter somente suco da fruta, já o néctar contém de 30% a 50% em média de polpa de fruta e a bebida mista, produto muito comum de encontrar, deve conter, no mínimo, 10% de polpa de fruta.

continua após a publicidade

Toda a publicidade da linha Fresh dava a entender que os produtos seriam iguais a bebidas de fruta. Essas informações induzem o consumidor ao erro quanto à natureza, características, qualidade e propriedades desses produtos, violando o artigo 37 do CDC e em desrespeito ao direito básico do consumidor à informação clara e à proteção contra publicidade enganosa.

“Nós recorremos da decisão da Justiça que havia liberado a venda do produto, e fizemos com que o que diz o Código de Defesa do Consumidor fosse respeitado. Está claro que se trata de um caso de propaganda enganosa”, afirma o diretor do PROCON SC, Tiago Silva.

 

Suspensão da venda

No mês de maio, a Coca-Cola foi proibida de comercializar o suco Del Valle Fresh no estado de Santa Catarina, já que o PROCON SC determinou a suspensão depois de acolher uma denúncia do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), que alegava que a empresa estava divulgando a bebida como suco de fruta.

Após análise das informações no site da Del Valle e verificação in loco dos rótulos e dos anúncios publicitários nos supermercados, a fiscalização confirmou que os produtos Del Valle Fresh não possuem a quantidade mínima de fruta para serem considerados suco, néctar ou mesmo refresco.

Toda a publicidade da linha Fresh, como rótulo, slogan, promoção comercial e distribuição nos supermercados, dá a entender que os produtos seriam iguais a bebidas de fruta. Essas informações induzem o consumidor ao erro quanto à natureza, características, qualidade e propriedades desses produtos, violando o artigo 37 do CDC e em desrespeito ao direito básico do consumidor à informação clara e à proteção contra publicidade enganosa.

Fonte: Procon/SC

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade