Estado

Após décadas de inatividade, dois aeroportos são reabertos em Santa Catarina

Os dois receberam o sinal verde da ANAC para voltarem a receber pousos e decolagens

5 de julho de 2024

Aeroporto de São Joaquim, na Serra Catarinense. Foto: Jonatã Rocha/Secom

O Estado de Santa Catarina tem mais dois aeroportos em operação. Depois de décadas de inatividade, os aeroportos de São Joaquim e Dionísio Cerqueira receberam o sinal verde da Agência Nacional de Aviação (ANAC) para voltarem a receber pousos e decolagens.

A portaria confirmando a inscrição de São Joaquim no cadastro nacional de aeródromos foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira, 5/7. A Secretaria de Portos, Aeroportos e Ferrovias (SPAF) ainda aguarda a publicação sobre Dionísio Cerqueira, mas também já recebeu a portaria confirmando a liberação.

“Santa Catarina está melhorando sua infraestrutura em todas as áreas. E essa é a realidade também com os nossos aeroportos. Os resultados estão aparecendo, e eu tenho certeza que o ponto de partida para tantas boas notícias pros catarinenses foi a ideia de criarmos a Secretaria de Portos, Aeroportos e Ferrovias, que tem trabalhado muito pra transformar em realidade o que antes só existia como projeto”, disse o governador Jorginho Mello.

A reabertura dos aeroportos é a conclusão de um longo processo que envolveu preparar a infraestrutura dos locais, que nos últimos anos recebeu investimentos de pavimentação das pistas, cercamento de todas as áreas, balizamento e sinalização necessárias para atender as exigências da Anac.

A etapa final consistiu na elaboração de medições, ensaios, laudos, relatórios, desenhos técnicos e assessoria para atendimento aos requisitos de segurança operacional para inscrição cadastral e abertura ao tráfego aéreo do aeroporto.

“Assumimos a secretaria em 2023 com a missão dada pelo governador Jorginho Mello de ter todos os 21 aeroportos do estado em pleno funcionamento. No caso desses dois aeroportos é como se fossem dois novos aeródromos, pois o período de inatividade foi tão grande que todo o processo foi tratado como se fossem novas inscrições. Agora os Aeroportos estão prontos para cumprirem o seu papel de oferecer uma alternativa logística para o desenvolvimento de suas regiões”, informa o secretário da SPAF, Beto Martins.

Aeroporto de Dionísio Cerqueira no Extremo Oeste. Imagem: Jonatã Rocha/Secom

O Aeroporto Ismael Nunes de São Joaquim estava inativo desde 1992. A pista homologada, de 1300 metros de comprimento por 30 metros de largura, terá operação visual/diurna. O novo código identificador do aeródromo será CIAD: SC0020.

O Aeroporto de Dionísio Cerqueira estava inativo desde 2013. A pista homologada, de 1.376 metros de comprimento por 18 metros de largura, terá operação visual/diurna. O novo código identificador do aeródromo será CIAD: SC0012.

Fonte: Agência de Notícias/Secom

Notícias relacionadas