Estado

Frio intenso: abrigos temporários para pessoas em situação de rua estão disponíveis, em SC

Nos últimos dias, pelo menos seis cidades informaram que ofertaram esse serviço

11 de julho de 2024

Foto: Divulgação/ Prefeitura de Ermo

Os próximos dias ainda devem ser de frio intenso em Santa Catarina. Para proteger as pessoas mais vulneráveis como as que estão em situação de rua, alguns municípios oferecem abrigos temporários. De acordo com um levantamento realizado pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Mulher e Família (SAS) nos últimos dias, pelo menos seis cidades informaram que ofertaram esse serviço.

São José, São Joaquim, São Bento do Sul, Araranguá, Ermo e Brusque estão entre as que disponibilizaram esses espaços de proteção. Segundo a secretária de Estado da Assistência Social, Mulher e Família, Maria Helena Zimmermann, a abertura dos abrigos emergenciais é uma das responsabilidades dos municípios previstas na Política de Assistência e pode ser feita sempre que houver alertas da Defesa Civil para frio intenso, não havendo necessidade de nenhum decreto.

“A temperatura mínima que baseia a abertura é variável e pode ser diferente de região para região, por isso, é importante o trabalho conjunto com a Defesa Civil”, explica.

Nos dias de frio extremo, a secretária também ressaltou a importância do serviço de abordagem social das pessoas em situação de rua que são as que ficam mais vulneráveis no inverno. “Temos o dever de proteger essas pessoas e na abordagem social fazemos esse trabalho de convencimento para que elas aceitem ajuda, mas sabemos que muitas vezes elas preferem ficar rua. Nesses casos, a orientação aos municípios é que as equipes ofereçam ao menos cobertores para que elas fiquem minimamente protegidas”, esclarece a secretária da SAS.

O município de São José foi um dos que abriu abrigo emergencial em função do frio. De acordo com a assessora Administrativa da Diretoria de Proteção Social de Alta Complexidade, Angela Vieira, na cidade, o local é aberto com base nos boletins da Defesa Civil assim que há indicação de temperatura menor do que 10 graus celsius.

Nessas ocasiões são oferecidos pernoite, alimentação e produtos de higiene no Centro Pop, localizado no Bairro Roçado. Foram 20 vagas extras, além das 46 do serviço fixo.

Foto: Arquivo/Secom

O município de Ermo também preparou um abrigo no salão comunitário da igreja católica. A Assistência Social adquiriu colchões, lençóis, travesseiros, cobertas e preparou o espaço para receber até 12 pessoas em situação de rua. A abertura acontece sempre conforme a demanda e a baixa das temperaturas.

Para custear esse serviço os municípios podem usar cofinanciamento estadual da alta complexidade. “Estamos acompanhando os boletins diários da Defesa Civil referentes à intensa massa de ar frio que atua no estado e as chuvas previstas. Estamos em contato também com os municípios, monitorando a situação e disponibilizamos um questionário on-line para saber quais municípios estão com abrigos abertos”, explica a gerente de Proteção Social Especial de Alta Complexidade, Cristiane Ferreira Mendes.

Fonte: Agência de Notícias/Secom

Notícias relacionadas