Geral

Vistoria nas sedes dos JASC 2004 foi considerada positiva

De um modo geral, foram boas as impressões dos representantes da Fesporte após a vistoria técnica nas cidades sedes do Jasc 2004, Pomerode, Indaial e Timbó.

20 de novembro de 2003

De um modo geral, foram boas as impressões dos representantes da Fesporte após a vistoria técnica nas cidades sedes do Jasc 2004, Pomerode, Indaial e Timbó. A vistoria durou dois dias e foi realizada por Erasmo Damiani, gerente de Desporto de Rendimento e Agnaldo Nunes, diretor de Desporto da Fesporte, além de João Camargo, do Conselho Estadual de Desporto e Sônia Kleine, Integradora Desportiva da 9ª Região. Segundo Damiani, os locais de competições coletivas em sua maioria apresentaram boas condições de uso, com a ressalva de que devem ser feitas algumas melhorias, a exemplo dos alojamentos.


Ele afirma ainda que deverão ser feitos ajustes nas piscinas de Indaial para as provas de natação, e no stand de tiro ao prato e tênis de quadra em Timbó. “Em Indaial observamos que a piscina não tem as dimensões oficiais e não possui aquecimento. Já o stand de tiro necessita ser reformado para que se possa disputar o tiro ao prato. Nada que não possa ser resolvido”. A prefeitura de Timbó anunciou que construirá um complexo de tiro com toda a infra-estrutura necessária para os jogos. Damiani disse ainda que a Faculdade Asselvi, de Indaial, possui 65 salas, muitas das quais climatizadas, que deverão servir de alojamento para dois municípios de grande porte. A liberação será negociada entre a reitoria e a prefeitura local.


Os técnicos visitaram em Timbó dois ginásios que estão em fase de acabamento. Agnaldo Nunes informou que um deles, o da Associação dos Servidores de Timbó deverá ser utilizado pelo handebol e o da Associação Müller, pela ginástica rítmica desportiva. Anexos a esse ginásio, estão sendo construídas duas canchas de bocha. Nunes informou que estão previstos para Timbó a construção de quatro quadras de tênis anexas ao Centro de Eventos do município e duas quadras de vôlei de praia. No aspecto geral, ele também considera a vistoria positiva, ressaltando apenas que “deverão ser feitos alguns ajustes em locais de competição”.


Durante a visita, os técnicos observaram possíveis locais para as provas de triatlon, remo e ciclismo. O remo poderá ser realizado em Indaial, entretanto, o local definitivo só será escolhido após uma vistoria da federação da modalidade e do Corpo de Bombeiros. O mesmo deverá ocorrer com o Ciclismo, cuja federação promete uma vistoria final. Já o triatlon a sugestão é que a largada seja em Blumenau com chegada em Indaial.


Quanto à ginástica olímpica, Pomerode promete um ginásio para a modalidade que deverá ser construído em parceria entre a prefeitura e a empresa Netzsch. Todas essas e outras observações estarão contidas no relatório a ser entregue ao diretor geral da Fesporte, João Ghizoni, que repassará aos prefeitos Olímpio Tomio, de Indaial; Waldir Ladehoff, de Timbó e a prefeita Magrit Krueger, de Pomerode.


O repasse do relatório será neste final de semana na prefeitura de Timbó. Baseado no relatório, os dirigentes traçarão um plano de investimento para os Jogos Abertos de 2004 e também todos os trabalhos de infra-estrutura a serem implantados nos municípios sedes. Participará também do encontro Marcelo Greuel, gerente da 15a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, com sede em Blumenau.

Notícias relacionadas