Coluna do Mani

Visita na Alesc – Coluna do Mani (06/05)

Confira os destaques da Coluna do Mani desta semana

7 de maio de 2022

Foto: Divulgação

O delegado de Polícia Civil da cidade de Pomerode, Antonio Godoi, esteve nesta semana, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Alesc. Em Florianópolis, Godoi conversou com o vice-presidente da Alesc, deputado Maurício Eskudlark.

continua após a publicidade

O parlamentar se comprometeu a vir muito em breve a nossa cidade e ouvir as nossas demandas sobre turismo e segurança pública. Ficamos no aguardo e que seja muito bem-vindo a Pomerode!

 

continua após a publicidade

Redução do IPI

Desde domingo, 1º de maio, diversos produtos já estão com redução de 35% no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). O decreto com o benefício foi publicado no Diário Oficial da União.

De acordo com o Ministério da Economia, a União deixará de arrecadar R$ 15,2 bilhões em 2022, R$ 27,3 bilhões em 2023 e R$ 29,3 bilhões em 2024. Em nota, a Secretaria de Governo informou que a desoneração pretende garantir a continuidade dos estímulos à economia.

“A presente medida objetiva estimular a economia, afetada pela pandemia provocada pelo coronavírus, com a finalidade de assegurar os níveis de atividade econômica e o emprego dos trabalhadores”, escreveu a Secretaria de Governo. Desde fevereiro, uma série de produtos teve o IPI reduzido em 25%. Agora, o decreto ampliou o corte para 35%.

Alguns dos produtos que serão beneficiados pelo corte são os seguintes: aparelhos de televisão e de som, armas, artigos de metalurgia, brinquedos, calçados, carros, máquinas, móveis e tecidos. Apenas os cigarros, considerados produto nocivo à saúde, continuam com IPI de 300%.

Por meio da rede social Twitter, o presidente Jair Bolsonaro comentou a medida. Ele classificou a redução de IPI como instrumento para manter “os esforços de reindustrialização em território nacional, por meio do incentivo à competitividade e geração de emprego e renda em todas as regiões”.

 

FGTS Digital

O Ministério do Trabalho e Previdência lançou no dia 04, um portal com informações sobre a versão digital do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. O FGTS Digital é um conjunto de sistemas integrados que vai gerenciar os processos relacionados ao cumprimento da obrigação de recolhimento do FGTS.

A expectativa do governo é de que as funcionalidades do FGTS Digital comecem a operar ainda este ano.

O portal contém notícias e informações para que os usuários que venham a utilizar o serviço se familiarizem mais facilmente com o novo ambiente digital. Além de informações sobre o FGTS Digital, a página apresentará, entre outros serviços, legislações consideradas pertinentes, perguntas e respostas frequentes e canais de contato.

O portal com o material explicativo do FGTS Digital pode ser acessado no site do Ministério do Trabalho e Previdência.

A nova plataforma diminuirá o tempo gasto pelas empresas para cumprirem suas obrigações, uma vez que fará uso da base de dados do eSocial e os débitos já serão individualizados desde a origem, utilizando o CPF como um dos elementos essenciais de identificação do trabalhador.

 

FGTS 2

Os trabalhadores nascidos em março podem sacar até R$ 1 mil das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), desde a quarta-feira, dia 04. A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta poupança digital, usada para o pagamento de benefícios sociais e previdenciários.

Os valores só podem ser movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas e a realização de compras virtuais em estabelecimentos não conveniados. O Caixa Tem também permite o saque em caixas eletrônicos e a transferência para a conta de terceiros.

Em todo o calendário de pagamento, serão liberados cerca de R$ 30 bilhões para, aproximadamente, 42 milhões de trabalhadores com direito ao saque.

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade