Geral

Pomerode realiza curso de promoção e manejo clínico do aleitamento materno

Voltado para profissionais da Secretaria Municipal de Saúde e do Hospital e Maternidade Rio do Testo, o curso terá palestrantes renomados de SC.

29 de outubro de 2003


A Secretaria Municipal da Saúde e o Hospital e Maternidade Rio do Testo, através da iniciativa do Projeto “Pomerode Amiga da Amamentação”, promovem dias 30 e 31 de outubro, o I Curso de Promoção e Manejo Clínico do Aleitamento Materno, no auditório da secretaria, localizado na unidade de Saúde Alwin Klotz, no centro. Voltado para profissionais com curso superior da Secretaria Municipal de Saúde e do Hospital e Maternidade Rio do Testo, assim como diretoras de centros de educação infantil do município, o curso terá como palestrantes, verdadeiros especialistas no assunto.


A nutricionista Ângela Rhod, também autora do projeto “Pomerode Amiga da Amamentação”, explica que o objetivo do curso é o de preparar profissionais do município para que estes promovam e apóiem o aleitamento materno de forma concreta e efetiva. “Temos ainda como objetivo promover a iniciativa Hospital Amigo da Criança e a Unidade Básica Amiga da Criança”, acrescenta.


No dia 30, o curso será ministrado das 8 às 21 horas, e dia 31, das 8 às 18 horas. Durante estes dois dias serão realizadas diversas palestras e abordados vários temas referentes ao aleitamento materno. Na abertura, Evanguelia Kotzias Atherino dos Santos falará sobre evidências científicas.


Evanguelia é docente do Departamento de Enfermagem da UFSC e a responsável pela implantação da Iniciativa Hospital Amigo da Criança na Maternidade Carmela Dutra (Florianópolis) e no estado de Santa Catarina. Ela também irá enfocar os assuntos promoção do aleitamento materno e Hospital Amigo da criança e Comunidade Amiga da Criança.


A enfermeira Odete Back, da Maternidade Carmela Dutra, avaliadora da Iniciativa Hospital Amigo da Criança pelo Ministério da Saúde, explanará os assuntos fisiologia da mama e produção do leite e avaliação da mamada. A psicóloga Zaira Custódio enfocará os aspectos psicológicos do aleitamento materno. Zaira faz parte do corpo clínico da Maternidade do Hospital Universitário de Florianópolis e é membro da Comissão de Aleitamento Materno do HU e coordenadora do Projeto Mãe Canguru.


O médico Marcos Leite dos Santos, irá explicar os problemas precoces e tardios da mama. Ele é especialista em ginecologia e obstetrícia do HU, mestre em Saúde Pública e Epidemiologia, coordenador nacional do REHNA e consultor internacional em aleitamento materno da rede IBFAM. A cirurgiã dentista Susan Adam Kielwagen, da Secretaria de Saúde de Blumenau, fará um paralelo sobre a relação do aleitamento materno com a odontologia.


No dia 31, as palestras iniciam com a bioquímica Maria Goreti Dassoler, do Banco de Leite de Blumenau. Ela irá explorar o assunto banco de leite e posto de coleta de leite humano. A pediatra neonatologista Maria Beatriz Reinert do Nascimento, tem como missão explicar o aleitamento materno e sobrevivência infantil. Maria Beatriz pertence ao quadro clínico da Maternidade Darci Vargas, de Joinville, sendo ainda Mestre em Pediatria e consultora internacional em lactação.


Ela também falará sobre a baixa produção de leite, padrões de crescimento do bebê amamentado e a importância de se oferecer apoio permanente à nutriz. Após intervalo para almoço, a especialista em fonoaudióloga hospitalar, Grasiela Porto, do Hospital Santo Antônio explicará a relação do aleitamento materno com a fonoaudologia.


Para encerrar, o médico Jean Carlo Rocha, pediatra neonatologista da Maternidade Carmela Dutra e Hospital Infantil Joana de Gusmão, ambos de Florianópolis, palestrará sobre bebês que recusam o peito, bebês que exigem cuidados especiais e ordenha do leite materno. Jean Carlo também é membro do Departamento de Aleitamento Materno da Sociedade Catarinense de Pediatria.

Notícias relacionadas