Geral

PM utiliza moderna tecnologia na repressão ao crime

A sede do pelotão da PM também foi totalmente reformada, com o objetivo de facilitar o atendimento à população.

27 de agosto de 2003

A sede do pelotão da PM foi totalmente reformada, com o objetivo de facilitar o atendimento à população, além – e claro – de adequar o prédio às necessidades dos serviços prestados pelos policiais. O prédio que até então pertencia à Secretaria da Fazenda do Estado, foi colocado sob a administração do pelotão local. Além da reforma estrutural do prédio, inclusive com nova pintura, o atendimento ao público foi transferido para o andar térreo. Um dos propósitos é o de facilitar o acesso do público, principalmente de deficientes físicos e também vítimas de acidentes.


A PM, além da reforma, também foi adequada com serviços que antes não oferecia. Três deles são considerados essenciais: Ciasc, Infoseg e o Copom, além da internet 24 horas em aberto. O Ciasc é um sistema que fornece informações do Estado. Através do nome da pessoa, é possível saber se tem passagem na polícia, se está respondendo a inquérito, se está em condicional, se há mandado de prisão, se tem CNH e veículos em seu nome e se o veículo é furtado. A placa fornece o nome do proprietário do veículo e se há restrições, como, por exemplo, multas.


O Infoseg é um sistema muito mais completo, com cadastrado abrangendo todo o País. Funciona como o Ciasc, porém com a abrangência nacional. O Copom é um sistema que registra todos os deslocamentos de viaturas, ocorrências atendidas, data e local da ocorrência, tipo de ocorrência, horário, qual a guarnição que atendeu e quem solicitou. Desde junho de 2001 quando foi implantado, o Copom de Pomerode já registrou 4.425 ocorrências.


Este serviço permite resgatar informações que ocorreram há muito tempo. Com todos estes sistemas, pode-se afirmar que em termos de tecnologia, a segurança pública de Pomerode está no mesmo o nível que cidades maiores.

continua após a publicidade

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade