Meio Ambiente

Peixe-lua encontrado nos EUA pode ser o maior da espécie já registrado

Peixe mede impressionantes 2,2 metros

11 de junho de 2024

Fotos: Tiffany Boothe/Seaside Aquarium via AP

No dia 03 de junho, um peixe-lua-de-capuz, possivelmente o maior já registrado, foi encontrado sem vida, em uma praia na cidade de Gearhart, nos Estados Unidos.

O peixe mede impressionantes 2,2 metros, conforme informado pelo Seaside Aquarium. O animal pode acabar ficando na areia por semanas, por conta da dificuldade em que os pesquisadores enfrentam para realizar incisões na pele do animal.

Alguns registros feitos do peixe-lua-de-capuz, mostram sua forma achatada e arredondada. Em duas das fotos, onda há uma pessoa ao lado do animal, é possível ver sua dimensão.

Uma pesquisa conduzida por Nyegaard em 2017, revelou que o peixe-lua-de-capuz (Mola tecta) tem diferenças genéticas e morfológicas do peixe-lua oceânico (Mola mola).

O termo “tecta” em latim, que significa “oculto” ou “disfarçado”, se refere a uma nova espécie, que estava “escondida à vista de todos”, segundo o aquário.

Um peixe da mesma espécie foi encontrado em 2019, na costa da Califórnia. Recentemente, ele foi encontrado novamente na Califórnia e no Alasca. Havia uma teoria que essa espécie vivia apenas no Hemisfério Sul.

Provavelmente este peixe foi encontrado em outras ocasiões, mas pode ter sido confundido com o peixe-lua oceânico mais comum.

Foto: Tiffany Boothe/Seaside Aquarium via AP

Notícias relacionadas