Domingo, 25 de Julho de 2021

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Pomerode recebe mais 530 doses da vacina contra a Covid-19

Estado recebeu as doses na sexta, 18, e já iniciou a distribuição por regiões

36a805fd25855abd5e388fb21fb8e488.jpg Foto: Claudio Vieira / PMSJC

Na sexta-feira, 18 de junho, o Governo do Estado recebeu e iniciou a distribuição de 153.810 doses da vacina contra o coronavírus. Destas, foram 85.410 doses do laboratório Pfizer/Comirnaty e 68.400 doses do laboratório Sinovac/Butantan. Considerando a orientação de reservar a segunda dose (D2) da vacina do laboratório Sinovac/Butantan, metade da remessa será mantida armazenada na Central Estadual da Rede de Frio para envio posterior, considerando o intervalo recomendado pelo fabricante. Assim, nesta pauta, serão distribuídas 119.410 doses da vacina para uso D1 (primeira dose).

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/2edbf97c4ed2488011199c38854cd348.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/5d20babe97804f01548776e07c916f67.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/f1f03f6df5bbc79a227c5416135069a7.jpg

 

De acordo com a Nota Técnica da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC), Pomerode recebe, deste novo lote, 140 doses da vacina Sinovac/Butantan e 390 da Pfizer, totalizando 530 novas doses.

Portanto, poderão ser vacinadas gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) com 18 anos ou mais, com ou sem comorbidades, com as vacinas Covid-19 dos laboratórios Comirnaty/Pfizer ou Sinovac/Butantan que apresentem relatório médico ou prescrição da vacina Covid-19.

Os dados do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (Novo SI-PNI - online) disponíveis no painel do Ministério da Saúde, mostram que a cobertura vacinal na população de 55 a 59 anos em Santa Catarina é de 63,1% e, de 50 a 54 anos, 42,9%. Assim, os municípios precisam alcançar coberturas acima de 75% nesses dois grupos, registrando em período oportuno no sistema as doses aplicadas. Já em Pomerode, 9.910 pessoas já foram vacinadas.

 

Governo recebe mais 309 mil doses

O Governo de Santa Catarina recebeu neste domingo, 20, nova remessa com mais 309.250 doses da vacina Oxford/AstraZeneca. Todas as doses deste novo lote serão utilizadas como segunda dose para completar a imunização daquelas pessoas que já tomaram a primeira. O intervalo de aplicação entre a dose um e a dose dois da vacina deste fabricante é de 12 semanas.

O governador Carlos Moisés salienta a importância de que os catarinenses compareçam aos postos de vacinação para tomar também a segunda dose.

“A imunização só se completa com a aplicação das duas doses. Fazemos um apelo para que todos retornem para tomar também a segunda dose. A vacinação é o passaporte para o retorno à normalidade. É o que todos desejam e para isso precisamos de um pacto de toda a sociedade catarinense”, diz o governador.

A Secretaria de Estado da Saúde vem reforçando o apelo para que as pessoas completem a imunização. Já são quase cem mil pessoas que deixaram de tomar a segunda dose. De acordo com dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SiPNI), do Ministério da Saúde, até o dia 14 de junho de 2021, 99.525 pessoas não haviam retornado, no tempo adequado, para tomar a segunda dose da vacina. Deste total, 57.124 são de pessoas vacinadas com a Coronavac e 42.401 pessoas com a AstraZeneca.

O superintendente de vigilância em saúde, Eduardo Macário, destaca a importância de completar o esquema vacinal, com as duas doses da vacina, para que a pessoa fique protegida da Covid-19. “Somente com a segunda dose é que as pessoas vão ficar protegidas, de forma duradoura, da doença. Portanto, é fundamental que todos aqueles que já receberam a primeira dose fiquem atentos à data correta de retorno para a aplicação da segunda dose, e não atrasem”, ressalta o superintendente.

Desta forma, neste primeiro momento, as mais de 309 mil doses recebidas pelo estado neste domingo vão ficar armazenadas na Rede de Frio Estadual, em São José, e serão distribuídas aos municípios ao longo do mês de julho, com o objetivo de completar os esquemas iniciados no período de 12 semanas.

O diretor de vigilância epidemiológica, João Augusto Brancher Fuck, acredita que o número de pessoas que não tomaram a segunda dose possa estar relacionado com o fato das pessoas acreditarem que apenas uma seja suficiente para a imunização e também com o esquecimento. “Muitas pessoas tomam uma dose e acreditam que estão protegidas. Mas as vacinas contra a Covid-19 atualmente disponíveis no calendário de vacinação necessitam de duas doses para a efetiva proteção. Então, é de extrema importância tomar as duas doses da vacina. No caso da Coronavac o intervalo adequado é de 28 dias, e para quem tomou a AstraZeneca ou Pfizer, de 12 semanas. Cumprir esses prazos é importantes para a proteção”, conclui o diretor.