Sexta-Feira, 25 de Junho de 2021

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Pomerode iniciará na próxima semana a vacinação de pessoas com comorbidades

Agendamento já pode ser realizado e será executado de forma diferente dos grupos anteriores

346496c0636fa76a13e7b51d954e7cc3.jpg Foto: Bob Gonçalves/JP

A Prefeitura de Pomerode, através da Secretaria de Saúde (SESA), iniciará a terceira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19. Essa etapa inclui pessoas com comorbidades em idades 18 e 59 anos, pessoas com deficiência permanente, gestantes e puérperas. A campanha acontece em duas fases, vacinando grupos específicos em cada momento. As gestantes e puérperas com comorbidades, por exemplo, entram na primeira fase da vacinação. Já as sem comorbidades, serão vacinadas na segunda fase.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/f1f03f6df5bbc79a227c5416135069a7.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/5d20babe97804f01548776e07c916f67.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/2edbf97c4ed2488011199c38854cd348.jpg

 

Atestado ou Declaração Médica para Comorbidades

Pessoas com comorbidades, com idade entre 18 e 59 anos, obrigatoriamente deverão apresentar atestadas ou declaração médica recente. O documento deverá ser apresentado no momento do agendamento da vacina e será retido no momento da vacinação.

Um protocolo foi elaborado por profissionais da Secretaria de Saúde de Pomerode, para que a vacinação contra Covid-19 no grupo de pessoas com comorbidades seja realizada de forma ordenada, e atenda aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS).

(CONFIRA O PROTOCOLO)

A prescrição/solicitação de vacina contra Covid-19 deverá ser realizada preferencialmente em formulário padrão, conforme Anexo II do protocolo elaborado pela Secretaria de Saúde de Pomerode. Caso os profissionais optem por utilizar receituário simples, a prescrição deverá conter, obrigatoriamente, as seguintes informações:

- Nome completo

- Data de nascimento

- Peso e estatura (atual)

- Comorbidades

- CID - 10

- Particularidades de cada comorbidade

Obs.: As particularidades a serem registradas para cada doença estão especificadas neste protocolo e a sua informação é de caráter obrigatório.

Como conseguir a prescrição na Rede Pública

Qualquer munícipe que esteja dentro dos grupos prioritários poderá obter a sua prescrição na Unidade de Saúde de seu bairro, porém deve-se fazer um agendamento prévio diretamente no telefone da sua unidade, para que o atendimento seja agilizado. Confira os contatos de cada unidade:

ESF Amanda Reinke (Wunderwald) - 47 3395-1435

ESF Benedickt Wolleck (Ribeirão Clara) – 47 3399-0803

ESF Carlos Ramthun (Pomerode Fundos) - 47 3387-0114

ESF Edgar Liesenberg (Testo Rega II) - 47 3306-6830

ESF Horst Wilhelm (Testo Central I) - 47 3387-6233

ESF Jane Meri Siebert (Testo Rega I) - 47 3387-2200

ESF Nelson Riemer (Testo Alto) - 47 3395-0339

ESF Rosita Zimmer (Ribeirão Areia) - 47 3387-3421

ESF Vollrad Laemmel (Testo Central II) - 47 3387-0662

ESF Ricardo Jung (Centro) - 47 3387-3477

Todos os Telefones listados acima, atendem também através do WhatsApp

Agendamento das 7h às 11h45min e das 13h às 15h45min para todas as unidades.

 Agendamento

Para quem procurar a Rede Pública para obter a prescrição, na própria unidade será realizado o agendamento para a aplicação da vacina.

Para os pacientes que obtiverem a prescrição na Rede Particular, o agendamento deve ser feito através do WhatsApp da ESF, informada acima, ou na Unidade de Saúde mais próxima, de forma presencial, para que seja verificada a documentação.

 Primeira Fase

Deverão ser vacinados os grupos prioritários elencados abaixo, considerando os seguintes critérios de priorização estabelecidos pelo Ministério da Saúde e deliberações do Governo do Estado.

Confira os públicos e a documentação necessária para vacinação:

Pessoas com Síndrome de Down: declaração médica.

Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise): Serão vacinadas na clínica de referência.

Pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea: Declaração médica.

Gestantes com comorbidades: Carteira de acompanhamento da gestante/pré-natal + declaração médica que comprove a comorbidade.

Puérperas com comorbidades: Declaração de nascimento da criança ou certidão de nascimento + declaração médica com comprovação de comorbidade.

Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) entre 18 a 59 anos: Comprovante de recebimento do benefício + declaração médica.

Pessoas com Deficiência Permanente de 55 a 59 anos: Declaração médica

Pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos: Declaração médica que comprove a condição de risco (comorbidade).

 Segunda Fase terá a data de início divulgada na próxima semana

Serão vacinados grupos de pessoas com comorbidades, pessoas com Deficiência Permanente e Gestantes e Puérperas independentemente de condições pré-existentes considerando os seguintes critérios de priorização por faixa etária, de forma escalonada da maior para a menor idade. A vacinação inicia pela faixa etária de 54 a 50 anos, seguindo para 49 a 45 anos, depois para 44 a 40 anos, 39 a 35 anos, 34 a 30 anos e fechando com 29 a 18 anos.

Confira a lista de comorbidades da segunda fase da terceira etapa da Campanha de Vacinação Contra a Covid-19:

Diabetes mellitus

Pneumopatias crônicas graves

Hipertensão arterial resistente (HAR)

Hipertensão arterial estágio 3

Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade

Insuficiência cardíaca (IC)

Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar

Cardiopatia hipertensiva

Síndromes coronarianas

Valvopatias

Miocardites e Pericardiopatias

Doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas

Arritmias cardíacas

Cardiopatias congênita no adulto

Prótese valvares e dispositivos cardíacos implantados

Doença cerebrovascular

Doença renal crônica

Imunossuprimidos

Hemoglobinopatias graves

Obesidade mórbida

Cirrose hepática