Terca-Feira, 21 de Setembro de 2021

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Mulher é encontrada acorrentada em mata, na cidade de Indaial

Um dos suspeitos tinha a palavra “Jesus” escrita na mão direita.

b5781761e59e1d75cff013b62cbe5bba.jpg Foto: Divulgação / Polícia Militar

Uma mulher de 60 anos passou por momentos de muita tensão, nesta sexta-feira, 23 de julho. Isso porque, ela foi sequestrada e amarrada em um matagal, localizado na Rua Marechal Deodoro da Fonseca, divisa de Indaial com Ascurra.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/1c7731845aff525f30b91045a8aa2e55.jpg

 

Primeiramente, os policiais foram acionados para verificar o possível abandono de um GM / Corsa, atravessado na referida via, com a parte dianteira na ribanceira. Chegando ao local, a guarnição avistou o automóvel e, ao realizar os procedimentos de trânsito cabíveis, ouviram gritos de socorro, vindos da mata.

Neste momento, foi localizada uma mulher acorrentada pelas mãos, em uma árvore. Bastante nervosa, ela disse aos policiais que, pela manhã, quando saía do cemitério de Ascurra, um Hyundai / HB20, de cor preta, começou a segui-la. O condutor do automóvel cortou a sua trajetória, no momento em que um homem encapuzado entrou no veículo, sentou no banco de trás e, portando uma arma de fogo, começou a fazer ameaças.

Segundo a vítima, eram dois masculinos, ambos encapuzados. No entanto, ela não lembra de nenhuma característica física, exceto que um deles tinha a palavra “Jesus” escrito na mão direita, sendo cada letra em uma articulação.

 

Foto: Divulgação / Polícia Militar


 

O homem que a ameaçava com a arma, pediu para que seguisse com o carro pela BR-470, sentido litoral. No entanto, em dado momento, ordenou para que entrasse na Rua Orrefors (ponte pênsil do Warnow), seguindo para a Rua Marechal Deodoro da Fonseca, divisa de Indaial e Ascurra, onde foi encontrada.

Após chegar ao local, a mulher ouviu ambos falando as seguintes frases, ao celular: “já estamos com a encomenda” e “precisamos pegar os outros R$ 5.000,00”. Diante disso, os suspeitos falaram que iriam acorrentá-la junto ao veículo e jogá-lo ribanceira abaixo. Entretanto, acabaram mudando de ideia e a acorrentaram na mata, onde foi encontrada pelos policiais.

Os homens levaram diversos pertences da mulher, entre eles, celular, bolsa, documentos particulares e R$ 800,00 em espécie.

Diante dos fatos, a guarnição realizou os procedimentos cabíveis, se deslocou com a vítima para o hospital, acerca de verificar se havia algum dano físico e, após, à Delegacia de Polícia, para os demais procedimentos.

 



Tags: