Domingo, 25 de Julho de 2021

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Mulher é ameaçada pelo companheiro com facão, em Ascurra

Ela segurou a porta da casa, com seus dois filhos, para que o homem não entrasse na residência

21e432df4d78fe1c16fb5075de0dd695.jpg Foto: Raphael Carrasco / Jornal de Pomerode

Na manhã de quarta-feira, 16 de junho, por volta das 9h50min, a Polícia Militar de Ascurra foi acionada para uma ocorrência de ameaça e lesão corporal, no âmbito da Lei Maria da Penha. O caso foi no bairro Estação.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/96318eb7b3abf70d3b6fcdcbe9dc7740.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/1bff02dcfd1d4b63a29fd5aef07863fa.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/85293bc73280aec91bf17c8c1077f6ea.jpg

 

Policiais militares faziam rondas, quando foram abordados por um popular e este informou ter avistado um homem ameaçando uma mulher com um facão. A guarnição, então, foi até o local e avistou um homem forçando a porta de uma residência em posse da arma branca (facão).

No interior da residência estava uma mulher, de 34 anos, com seus dois filhos, enquanto tentava segurar a porta, que já estava com os vidros quebrados. Após ser questionado pela guarnição, o homem jogou o facão no chão e passou a colaborar com a abordagem.

A vítima relatou à Polícia que seu companheiro entrou na residência, após conseguir abrir a porta por meio de um vidro quebrado, nela, e foi logo pegar o facão. Eles entraram em luta corporal e, mesmo após ter sido pega pelo pescoço, ainda conseguiu empurrar o homem, de 34 anos, para rua e manter aquela posição até a chegada da Polícia Militar.

Na vítima, restaram algumas apenas lesões leves no pescoço. Diante dos fatos, a guarnição deu voz de prisão ao agente e conduziu as partes para Delegacia de Polícia Civil de Ascurra, para os procedimentos cabíveis.