Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Campeonato de Bairros deve voltar nas próximas semanas

Com a diminuição dos casos ativos, os dirigentes começam a se movimentar para a volta das disputas.

074aae699667d8854bc31641478249bc.jpg Foto: Arquivo JP

Os amantes do futebol, em nossa cidade, estão na expectativa da continuidade do 15º Campeonato Integração de Bairros, paralisado desde o dia 17 de março, em função da pandemia do novo coronavírus. No entanto, com a diminuição dos casos ativos e a liberação das competições, por parte do Governo de Santa Catarina, os dirigentes começam a se movimentar para a volta das disputas.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/d71818c47d981bb85097e8de3648507e.jpg

 

Tanto que na segunda-feira, dia 14 de setembro, a Funpeel promoveu uma reunião, por meio de videoconferência, com os dirigentes das equipes, para deliberarem sobre a competição comunitária. Segundo o gerente da entidade, Rildo Bezerra, a reunião teve quase 100% de participação dos coordenadores e a sua maioria deseja continuar com o campeonato.  “Temos ainda duas rodadas da 1ª fase a serem disputadas. E como as determinações restritivas que dificultam muito para que os jogos aconteçam em diversos campos, ficou ajustado que a Funpeel vai determinar o local e realizar as partidas obedecendo todas as determinações sanitárias. Isso porque os proprietários dos campos não desejam realizar essas rodadas, para que não tenham despesas, em virtude da restrição de torcida”, enfatiza.

Segundo Bezerra, a Funpeel, na próxima semana, dará um posicionamento aos dirigentes sobre as determinações da Secretaria Municipal de Saúde. “A últimas duas rodadas serão neste formato. Já para as próximas fases, se houver uma diminuição das restrições, as rodadas poderão voltar aos campos. Caso contrário, os jogos devem continuar nestes moldes, com locais pré-determinados, para que possamos ter um controle de acesso do público. Nada que saia da norma estadual e, ao mesmo tempo, que possamos continuar a competição, nas próximas semanas”, finaliza.

 

Determinações do Governo de SC

O Governo do Estado definiu critérios para a retomada dos eventos e competições esportivas organizados pela iniciativa privada e pela Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte). A realização das atividades será de acordo com o tipo de modalidade esportiva e a Avaliação do Risco Potencial para Covid-19 nas regiões de saúde.

Segundo a portaria SES nº 703, de 14 de setembro de 2020, a retomada das competições esportivas durante o período que durar a pandemia será exclusivamente para atletas com idade igual ou superior a 16 anos, exceto para os eventos promovidos pelo Governo do Estado, no que se refere às modalidades que tenham idade diferenciada prevista em regulamento.

 

 

As modalidades esportivas foram separadas em três grupos:

I. Sem contato direto (atletismo, canoagem, ciclismo, golfe, ginástica, xadrez, bocha, bolão 16, bolão 23, automobilismo, motociclismo, tiro esportivo, tiro com arco, power lift, halterofilismo, surf, bodyboard, skate, escalada esportiva, triatlhon, pentatlo moderno, hipismo, esgrima, badminton, remo, vela, tênis de mesa, tênis, beach tennis, natação, squash, padle, patinação);

II. Com contato direto (boxe, judô, karatê, taekwondo, wrestling/luta livre, jiu-jitsu, muay thai, MMA, capoeira, wu shu);

III. Modalidades coletivas (basquetebol, hóquei na grama, futebol amador, futebol sete, beach soccer, futsal, handebol, goalball, rugby, futebol americano, beisebol, softbol, voleibol, vôlei de praia, futevôlei, punhobol e pólo aquático). Com relação às modalidades que não estão contempladas na portaria, a entidade deve solicitar à Fesporte autorização para a realização do evento ou competição.

O retorno das atividades esportivas se dará de forma gradual e monitorada, de acordo com a Avaliação do Risco Potencial para Covid-19 nas regiões de saúde. As modalidades individuais, sem contato direto, podem ser realizadas em regiões de saúde que apresentem Risco Potencial GRAVE (representado pela cor laranja), Risco Potencial ALTO (cor amarela) ou Risco Potencial MODERADO (cor azul). Já nas individuais com contato direto e nas coletivas, somente podem ser realizadas em regiões de saúde que apresentem Risco Potencial ALTO ou Risco Potencial MODERADO.

A participação no evento será permitida somente para atletas, comissão técnica e arbitragem que preencherem um questionário sobre condições de saúde, anexo a portaria, permanecendo arquivado pelo organizador por 14 dias. As modalidades com contato direto e as coletivas devem realizar teste rápido com pesquisa de antígeno Covid-19, em até 24 horas antes das partidas. Caso um ou mais membros da equipe testem positivo a qualquer momento, a equipe não poderá participar da competição e deve ser orientada a procurar o serviço de saúde.

O uso de máscaras é obrigatório por todos os envolvidos durante toda a competição esportiva, desde o deslocamento, permanência no local de competição antes e após as partidas e em qualquer área de uso comum. A equipe de arbitragem e comissão técnica devem fazer uso de máscaras e face shield durante as partidas. Além disso, os árbitros deverão utilizar apitos eletrônicos. Durante todo o período, os participantes, inclusive atletas reservas, devem usar a máscara, exceto quando estiverem na prática desportiva.



Tags: