Geral

Mais uma morte na SC-418

Um acidente no sábado de manhã, 10h30, vitimou fatalmente Hustavo Corrêa da Silva Júnior, 19 anos.

22 de julho de 2004

Um acidente no sábado de manhã, 10h30, vitimou fatalmente Hustavo Corrêa da Silva Júnior, 19 anos. O acidente aconteceu nas proximidades da curva do Posto Texaco, em Testo Central, na rodovia SC-418. Conforme consta do boletim de ocorrência policial, Hustavo, que estava pilotando uma moto, sentido Pomerode/Blumenau, perdeu o controle desta, invadindo a outra pista, indo em direção a um caminhão que estava vindo em direção a Pomerode.


O motorista do caminhão, Wilson José Fernandes, disse que viu Hustavo na sua pista quando este já estava praticamente em cima, mesmo assim, jogou o caminhão para o acostamento, chegando a bater na parede de um antigo estabelecimento comercial, hoje fechado, entrando parede à dentro, quebrando parte da mesma


Um amigo próximo da vítima, relatou ao Jornal de Pomerode que naquele dia Hustavo havia deixado a namorada na Kyly, empresa onde os dois trabalhavam e estava indo ajudar o sogro, em Testo Salto. O pai, Hustavo Corrêa da Silva, pastor da Assembléia de Deus, Ministério de Madureira, em Pomerode, encontrou o caminhoneiro na manhã de segunda-feira, onde solicitou algumas informações e, mesmo com a perda recente de seu filho, consolou Wilson Fernandes, que ainda se encontrava bastante abalado com o acidente, além de estar com lesões no corpo.


Os familiares da vítima estão agora coletando informações sobre o acidente, e dizem que há indícios, através de conversa com testemunhas oculares, que a moto poderia ter sido cortada por um veículo que saia naquele momento do posto de gasolina, localizado há poucos metros do ponto de impacto entre a moto e o caminhão.


Local registrou cinco acidentes em oito dias


O vigia do posto, Alidor Dallmann, conta que em oito dias, já foram registrados cinco acidentes no mesmo local. “Já cansei de ajudar pessoas e já vi muita coisa triste acontecer aqui”. Alidor conta que recentemente, um motorista, conduzindo um Golf, perdeu o controle da direção, indo se chocar contra uma árvore.


Relatou que também há poucos dias, um Chevette perdeu o controle, rodopiando pela pista por diversas vezes. “Graças a Deus, não havia nenhum carro no momento na pista, a não ser o dele”. Um outro veículo, com o mesmo problema, bateu contra o muro de sua casa, derrubando parte dele.


Dalmann acredita, assim como todos os moradores das proximidades, que a curva é muito fechada e em forma de “S”, o que prejudica ainda mais a visão dos motoristas. Para ele, a solução neste trecho é bastante simples: bastaria cortar as árvores às margens da rodovia, o que ampliaria a visão dos motoristas nos dois sentidos.


Também sugere que a pista seja removida cerca de seis metros à direita de quem vem de Blumenau a Pomerode, bastando para isso retirar dois postes ali existentes. “É bastante simples. Cortando a curva neste ponto, não haveria mais o perigo. E a área que ali existe, já foi inclusive indenizada há muito tempo pelo Governo do Estado e não existe nenhuma casa que tenha que ser retirada. Acredito que isso não foi feito ainda porque, mesmo recebendo a indenização o pessoal desistiu mais tarde de conceder o perímetro já ressarcido”.


 

Notícias relacionadas