Vale do Itajaí

Homem que matou outro em pista de skate é condenado em Apiúna

Réu cumprirá sentença de 12 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado. Crime foi cometido em 2022.

22 de fevereiro de 2024

Foto: Envato Elements/Imagem Ilustrativa

Na madrugada do dia 12 de março de 2022, Adrian Felipe Cardoso se envolveu em uma briga que terminou em morte no meio de uma pista de skate no Centro da cidade de Apiúna, no Vale do Itajaí.

O resultado: 12 anos de prisão, em regime inicial fechado, por homicídio triplamente qualificado.

Denunciado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), através da Promotoria de Justiça da Comarca de Ascurra, o réu foi julgado por matar um homem violentamente com diversos golpes na cabeça.

A sessão do Tribunal do Júri aconteceu nesta terça-feira (20/2), com atuação da Promotora de Justiça Thayse Göedert Pauli.

Após uma discussão, Adrian não acatou aos pedidos da vítima para e se acalmar e a empurrou até que ela caísse no meio da pista de skate.

Aproveitando-se desse desequilíbrio, o réu passou a desferir sucessivos socos e golpes contra a cabeça da vítima e, na clara intenção de matar, arremessou por três vezes um pedaço de concreto solto que a atingiu no crânio e ocasionou sua morte.

O crime de homicídio qualificado foi praticado por motivo fútil, meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima. Cabe recurso da sentença.

Notícias relacionadas