Esporte

Contagem regressiva para chegada do oposto Alan Souza

O atleta retirou o gesso na segunda-feira e fará todo processo de recuperação na cidade.

2 de agosto de 2022

Foto: Reprodução

O oposto Alan Souza deverá chegar em Blumenau nos próximos dias, onde se apresenta na Apan / Eleva e inicia o trabalho de recuperação na cidade. O clube tomou a decisão estratégica de manter o vínculo com um dos principais atletas da atualidade e vai propiciar todo suporte para que retorne às quadras, dentro do planejamento definido de comum acordo, com acompanhamento da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

continua após a publicidade

Além da importância do atleta no cenário do voleibol mundial, a decisão da diretoria da Apan levou em consideração o lado humano, com espírito de união, propiciando apoio, estrutura e a segurança necessária.

Geraldo Maciel Neto, procurador de Alan Souza, enalteceu a decisão da equipe blumenauense. “As tratativas envolveram uma série de fatores, mas pesou positivamente a compreensão dos patrocinadores, especialmente por parte da Eleva Química, apoiando a decisão da diretoria do clube, olhando o lado humano, da família e entendendo que o atleta não é uma máquina, um prestador de serviço, mas homem e pai de família. Se esses aspectos tivessem sido desconsiderados, o desfecho seria outro. Veio a questão humana em primeiro lugar. Gostaríamos de agradecer a Eleva. Contribuiu muito, entendendo a situação”, comentou.

continua após a publicidade

O gestor esportivo destacou ainda o apoio da Apan, por intermédio da diretoria e comissão técnica, com aval da Eleva. “Esse apoio ao Alan, logo após a lesão, nos trouxe uma segurança muito grande e a certeza de estar no caminho certo ao decidir pelo clube. Todo processo de negociação e acompanhamento foi feito com muito profissionalismo, mas também humanizado, olhando para o Alan e sua família”, complementou.

Por fim, agradeceu o médico Roberto Zambelli, que abriu mão de sua agenda de consultas e cirurgias em Belo Horizonte para atender Alan Souza, em Porto Alegre. “Ele foi de uma compreensão e disponibilidade incrível”.

 

Expectativas de Alan Souza 

Alan está confiante em voltar às quadras o mais rápido possível, mesmo sem uma data certa para que isso ocorra, mas o tempo previsto gira entre cinco e seis meses. “Se tudo der certo, creio que em janeiro já possa estar em quadra ajudando a equipe”, prevê.

O atleta já iniciou a contagem regressiva para chegar em sua nova casa e não esconde a ansiedade. “Quero conhecer a cidade, começar logo meu tratamento, poder voltar a malhar, ter de volta minha rotina e estar com a minha equipe, auxiliando. Mesmo sem poder tocar na bola, sentir o gostinho de estar ali, acompanhando o pessoal”, falou.

Ao falar de suas expectativas na Apan / Eleva, Alan acredita que são as melhores possíveis. Ele acompanhou o desempenho do time na última Superliga. “Por pouco não fomos para semifinal. A base foi mantida. Com os reforços, nossa expectativa é melhorar”.

Mesmo fora de quadra, Alan vai ajudar o grupo naquilo que for possível, até sua volta. “Vou passar aquilo que já vivi para o pessoal e como já atuei com vários deles, esse entrosamento será grande. Tenho certeza de que posso dar essa contribuição”, garantiu.

 

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade