Mundo

VÍDEO: trilheiro descobre que água da cachoeira mais famosa da China vinha de um cano

Cachoeira Yuntaishan tem cerca de 312 metros de queda d’água

7 de junho de 2024

Foto: Divulgação/site Montanha Yuntai

Um grande debate surgiu em torno de um ponto turístico natural da China, depois que um trilheiro flagrou algo inusitado: a principal cachoeira do país sendo alimentada por um cano em sua fonte.

O vídeo desse flagrante, compartilhado pelo turista nas redes sociais na segunda-feira (3), rapidamente se tornou viral, levando as autoridades turísticas locais a prestarem esclarecimentos.

De acordo com o Ministério do Turismo da China, o cano tem o propósito “garantir a experiência visual durante a estação seca”, quando o fluxo de água naturalmente diminui.

A Cachoeira Yuntaishan, com seus impressionantes 312 metros de queda d’água, é um dos pontos turísticos mais visitados do país, conhecida por sua beleza cênica, considerada perfeita para fotos no Instagram. Recebendo a classificação “área cênica AAAAA” pela Administração Nacional de Turismo da China, é reconhecida como uma das atrações mais importantes e bem preservadas do país.

O Parque de Yuntai é um Geoparque Global da UNESCO, caracterizado por suas formações geológicas que remontam a mais de um bilhão de anos, atraindo milhões de turistas anualmente.

Com a ampla divulgação do vídeo, que acumulou mais de 10 milhões de visualizações em redes sociais chinesas como Weibo e Douyin, os responsáveis pelo parque foram obrigados a se pronunciar, admitindo a presença do cano na terça-feira (4). Esse incidente provocou reações diversas entre o público.

Os administradores justificaram a presença do cano explicando que, devido ao aumento significativo do fluxo de água, apenas durante o outono e a primavera, foram necessários ajustes para garantir uma experiência satisfatória aos turistas.

Da mesma forma, o Ministério do Turismo chinês enfatizou que a cachoeira é genuína e existe há milênios, e que suas intervenções visavam apenas auxiliar nesses períodos específicos.

As autoridades do turismo chinês também apontaram que a escassez de água durante a estação seca, seja por motivos naturais ou humanos, não é exclusiva dessa cachoeira, ocorrendo em muitos outros pontos turísticos na China e até mesmo no exterior. Em tais casos, intervenções manuais para ajustar o fluxo de água das cachoeiras não são incomuns.

Veja um vídeo que viralizou nas redes sociais:

Vídeo: Divulgação/X

Notícias relacionadas