Polícia

6 pessoas são presas por envolvimento em roubos de veículos e extorsão após marcarem encontro pelo Tinder

Integrantes da quadrilha mantinham as vítimas em seu poder no interior  do veículo

9 de julho de 2024

Foto: PCSC/Divulgação

Na segunda-feira, 08 de julho, a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos da Diretoria Estadual de Investigações Criminais, com apoio da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, deflagrou a operação “Tinder – Última Fase”, com o objetivo de desarticular um grupo criminoso responsável pelo roubo de veículos e extorsão dos proprietários para devolução do mesmo.

A primeira fase da operação “Tinder” ocorreu no final de março desse ano, quando foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão e quatro de prisão.

O grupo criminoso praticou pelo menos três roubos de veículos na região da Grande Florianópolis, após simulação de encontro pelo aplicativo Tinder.

As vítimas foram rendidas após irem aos locais previamente indicados pela autora, cujo contato inicial se deu através do aplicativo de relacionamento.

Os integrantes da quadrilha mantinham as vítimas em seu poder no interior  do veículo, onde permaneciam com armas de fogo fazendo ameaças e obrigavam a fazer operações bancárias através do aplicativo bancário instalado nos smartphones roubados.

Após esses fatos, abandonavam as vítimas em um local ermo em Palhoça e subtraíam os veículos, sendo que exigiam dinheiro para uma eventual devolução do veículo.

Durante as diligências, foram identificados alguns autores diretos e beneficiários do esquema criminoso,  sendo cumpridos 17 mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão nas cidades de Florianópolis, Palhoça, Alvorada (RS), Guaíba(RS) e Bagé (RS).

A ação contou com o apoio operacional das delegacias especializadas da DEIC, Delegacia de Alvorada e de Guaíba, Polícia Penal de Santa Catarina e de Bagé e DIC de Laguna.

Notícias relacionadas