Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Voltando, com responsabilidade

O Brusque FC retomou os treinos na última segunda-feira, dia 18, no Centro de Treinamento Rolf Erbe.

fc109ef198ae12ab7622a07732ae83cb.jpg Foto: -Elenco foi dividido em grupos, para maior segurança (Jefferson Alves)

Que o futebol faz falta na vida daqueles que necessitam dele, como forma de sobreviver, ou mesmo, dos apaixonados pelo esporte, é inegável. A pandemia da Covid-19 trouxe uma lacuna às atividades por quase todo mundo e a sua volta já é discutida desde o início do isolamento social.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/da5766e97c60e8759e4c3acec5c7284a.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/b6557b3fc353d86e08085bfc422c0203.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/e0003bba15ccd6128c01f16b3f1cee47.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/9e2bb169f004a4f2d858e03c1e0721a4.jpg

 

Em Santa Catarina, aos poucos, o Governo do Estado vai cedendo aos apelos dos profissionais para que eles possam voltar às suas atividades, o que dá uma esperança para o retorno das competições. Mas, tudo isso, dentro de protocolos sanitários rígidos, que devem ser seguidos, a fim de frear a disseminação do contágio pelo novo coronavírus.

E o primeiro time catarinense a voltar, após a normativa publicada pelo Governo do Estado, na semana passada, foi o Brusque FC. A equipe retomou os treinos na última segunda-feira, dia 18, no Centro de Treinamento Rolf Erbe. Conforme o preparador da equipe, Lamil Valencio, apesar do momento ainda de receio, por conta da pandemia, é uma alegria poder voltar a trabalhar com o futebol. “É um período complicado no cenário mundial e ficamos com medo, pela situação em que o mundo se encontra, mas precisamos trabalhar. Entendemos que o momento exige cuidado, mas sem trabalho, as coisas não funcionam. Por isso, o equilíbrio é primordial nessa situação”, destaca.

 

Preparador físico comemorou o retorno das atividades (Foto: Divulgação)

Por conta disso, o clube está seguindo todos os protocolos exigidos pelo Governo e autoridades de saúde, a fim de preservar a integridade física dos atletas e funcionários. “Estamos seguindo tudo o que a Federação Catarinense de Futebol nos orientou. Dividimos os trabalhos em quatro grupos de seis atletas - dois treinando pela manhã e dois à tarde -, mais um grupo separado de goleiros. Antes de cada treinamento, fazemos a medição de temperatura de todos os envolvidos, além de toda a higienização dos materiais utilizados. Neste primeiro momento, o foco é na parte física, pois o contato ainda está proibido”, ressalta o preparador físico.

 

(Foto: Jefferson Alves)

Os profissionais do clube também viram com bons olhos esse retorno, pois o trabalho, visando as competições que estão por vir, podem ser antecipados. “Estamos focados desde o início da quarentena, afinal, daqui a algum tempo, poderemos voltar a atuar. Os atletas mantiveram a sequência do trabalho em casa, com uma programação semanal, e isso fez com que eles voltassem em boas condições, o que nos deixou muito animados. Espero que a Federação Catarinense e a CBF voltem com os campeonatos, sem torcida mesmo, mas que voltem. O momento é de cautela e essa doença não é brincadeira. Mas, com equilíbrio, conseguiremos trabalhar, seguindo com a proteção divina e a dos protocolos”, finaliza Valencio.

Os treinos seguem fechados para presença da torcida e da imprensa, seguindo as medidas do Decreto do Governo. Para o técnico Jerson Testoni, a retomada dos trabalhos, após uma paralisação de quase dois meses, é muito importante para os atletas. “Também para a nossa profissão, pois eu vejo muitas pessoas comentarem sobre futebol, mas como uma forma de lazer. E isso é muito diferente para nós, pois se trata da nossa profissão e a gente necessitava voltar a atuar. Os trabalhos estão sendo intercalados, um dia no campo e outro na academia, para que possamos aproveitar, da melhor maneira possível este momento”, frisa.

O comandante garante que o clube está seguindo um rigoroso planejamento, para que esse processo de adaptação flua da melhor maneira possível. “Neste primeiro momento, aproveitamos para treinar fundamentos, como passe, domínio, recepção, condução, mudança de direção, passes longos e cruzamentos com finalizações. Lógico, com o passar do tempo, a carga vai aumentar, mas sempre com cautela, para não sobrecarregar os atletas”, conclui.

 

(Foto: Jefferson Alves)

Ainda sem data definida para o retorno das competições, o Brusque FC não sabe quando irá enfrentar o Brasil de Pelotas, pelo jogo de volta da Copa do Brasil, tampouco o Joinville, pelas quartas-de-final do Catarinense. A FCF pediu ao governador Carlos Moisés para retomar a disputa em junho, porém, ainda não obteve uma resposta.

 



Tags: