Quinta-Feira, 13 de Maio de 2021

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Um nome conhecido no Legislativo pomerodense

Horst Lemke (DEM) foi eleito pelos pomerodenses, com 375 votos, e falou sobre os planos para seu mandato

d27eb3039c5bd36b2969844f7cf154eb.jpg Foto: Raphael Carrasco / Jornal de Pomerode

Horst Lemke possui experiência como vereador, já tendo outras passagens pelo Legislativo pomerodense. Em 2020, ele voltou a concorrer a uma cadeira na Câmara de Vereadores e foi eleito, com 375 votos. Em entrevista à TVJP, no programa Conexão Política, ele falou sobre a campanha e os projetos a serem apresentados, a partir do ano que vem.

https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/bannerpadrao.jpg

Jornal de Pomerode - Qual o sentimento após a campanha, chegando neste momento de ser um dos eleitos?
Horst Lemke - Foi uma campanha difícil, pelo número de candidatos. Mas eu visitei muitas casas e fui muito bem recebido e, acompanhando a apuração, percebi que recebi votos em várias regiões. Portanto, é uma emoção muito grande, por isso, quero agradecer a todos estes votos. Quero agradecer aos meus familiares, que estiveram do meu lado. Peço desculpas a quem eu não consegui visitar e agradecer a todos os pomerodenses que confiaram o seu voto a mim.

 

JP - Como será sua ação, nestes quatro anos, em uma das cadeiras do Legislativo pomerodense?
HL - O slogan da nossa campanha foi “Pomerode, Nossa Maior Bandeira” e, para mim, isso já diz tudo. Quero trabalhar com o Executivo e, com certeza, vamos fazer um grande trabalho. Acredito que vai prevalecer o diálogo e espero que seja assim, para que Pomerode seja o que sempre foi, bonita, gostosa de se morar e viver, e, com certeza, as pessoas podem contar comigo.

 

JP - Você já foi eleito em quatro mandatos, e suplente em outros dois. Qual a fórmula para construir essa trajetória?
HL - É uma emoção muito grande e o segredo é, quando passar a Eleição, não esquecer os seus eleitores, seja qual for o local do nosso município. É ouvir as pessoas e levar adiante as necessidades delas. É o que vamos continuar fazendo.

 

JP - Como será o diálogo, o trabalho com seus colegas da Câmara?
HL - O meu objetivo sempre será o diálogo, sempre defendi esse meio para resolver as coisas. Claro que vou fiscalizar, mas sempre buscarei o diálogo, conversar bastante para resolver os problemas que a comunidade nos trouxer. Com certeza, se depender de mim, serão quatro anos de muito diálogo.

 

JP - Na sua campanha, você apresentou um projeto de trabalho e as pessoas acreditaram nele. E sabemos que o vereador depende do Executivo para colocar em prática esses projetos. Qual será o seu principal pedido ao prefeito Ércio Kriek e ao vice, Chico Hass?
HL - São vários os pedidos que temos, em nome da comunidade, mas o principal será ter o apoio total para a continuação das pavimentações. Para quem acompanhou a minha campanha, sabe que meu slogan particular foi: o povo não quer mais poeira. Então, vou trabalhar junto ao prefeito Ércio, para dar continuidade às pavimentações no nosso município. Já ocorreram muitas pavimentações e sei que vão ocorrer mais.

 

JP - Você continuará o trabalho de fiscalização intensa da qualidade das pavimentações e das demais obras da cidade?
HL - Com certeza. Quem me conhece, sabe o trabalho que eu vinha realizado no Setor de Obras da Prefeitura. Mas é importante analisar que há obras ainda não concluídas e algumas que foram muito difíceis, já no início, como a Rua dos Atiradores e Ribeirão Souto. Mas conseguimos dar prosseguimento e estão na fase final. Fiz um estudo, agora no final, que temos muito pontilhões de madeira e vou sugerir ao Prefeito que façamos um trabalho para troca destes pontilhões, sempre priorizando o diálogo.