Sexta-Feira, 14 de Agosto de 2020

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Separados, mas em movimento

No último fim de semana, ocorreu o 1º Desafio WTF de Bike, competição individual, que teve um percurso de 40km.

40def27b0eda533761a64cbae3061124.jpg Foto: Divulgação

Atendendo ao pedido de alguns ciclistas, que estavam sentido saudade das competições, a WTF Soluções em Eventos realizou, no último fim de semana, dias 27 e 28 de junho, o 1º Desafio WTF de Bike, competição individual, que teve um percurso de 40km.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/844d34f46b27043d5f0efe1b05cd10ee.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/9e2bb169f004a4f2d858e03c1e0721a4.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/d71818c47d981bb85097e8de3648507e.jpg

 

Segundo os organizadores, a prova teve um saldo extremamente positivo. “Tivemos 107 participantes. Nossa meta era de 100 atletas inscritos, então, a disputa superou a nossa expectativa. A ideia do desafio era estimular a prática esportiva, e este objetivo foi concluído com sucesso”, destaca Carla Mayara Weise, uma das organizadoras da prova.

Ela ressalta, também, que muitos atletas desafiaram seus limites e realizaram a distância pela primeira vez. “Isso é muito legal, pois insere novas pessoas neste meio. Então, o feedback foi super positivo, tanto que pretendemos, em breve, lançar uma segunda edição, dessa  vez, com um percurso maior”.

 

 

Todos os atletas que concluíram o desafio vão receber, no conforto da sua casa, o seu kit, contendo a camiseta e a medalha do evento. Ou se preferir, o participante poderá retirá-lo na loja Happy Bike, em Blumenau.

Se houve atletas “novatos” na prova, muitos também mostraram toda a sua experiência, no entanto, num desafio diferente. É o caso de Vilmar Luís Boni, “velho conhecido” em nossa cidade e que participou, pela primeira vez, de uma competição virtual. “Eu estava com uma ansiedade incrível, pois sabia que iria competir comigo mesmo e minha ‘autocobrança’ por resultados positivos é muito grande. Tanto que optei por um trajeto de maior velocidade, com subidas não tão desgastantes, pois tinha como objetivo um ritmo rápido por quilômetro percorrido”, ressalta. E, segundo Boni, o resultado foi o esperado. “Desde a largada para este desafio virtual, imprimi um ritmo muito forte na logística escolhida, e obtive um dos melhores índices para a distância”, completa.

Apesar da felicidade de ter conseguido atingir o seu objetivo, o atleta ressalta que faltou algo para a prova. “No quesito organização, foi show de bola. Mas eu me refiro ao aspecto individual, sem agrupamento. Me senti isolado e fez muita falta aquele clima de pré-largada, com adrenalina a mil e os adversários lado a lado”.

 

(Foto: Divulgação)

Tanto que os treinos do pomerodense também tiveram que ser adaptados, por conta da quarentena. “Desde o início da pandemia, jamais deixei de sair para treinar com as ‘bikes’, nem mesmo, para caminhadas e corridas. Porém, sempre tive os devidos cuidados, evitando proximidade com quaisquer pessoas e a máscara de proteção em evidência. Por isso mesmo, esses desafios virtuais são muito importantes, para que possamos nos manter ativos, dentro das nossas atividades. Com certeza, ficarei atento a novas provas virtuais, independentemente, se forem pedaladas ou corridas. Houve mais um aprendizado para o meu currículo e, na minha ótica, obtive uma evolução no meu ritmo de intensidade, pois cobro muito o resultado positivo em meu desempenho”, frisa Boni.

E aquele recado em todo fim de matéria, não pode faltar. “Nossas vidas são formadas por um complexo aprendizado permanente, com novidades, descobertas e experiências somadas. Temos nossas oportunidades, as quais, deverão ser aproveitadas da melhor forma possível, jamais esquecendo que ‘nossos corpos pedem movimento’”, finaliza.

 



Tags: