Sábado, 11 de Julho de 2020

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Morre o ex-deputado federal Marco Tebaldi

Ele lutava contra um câncer no pâncreas há dois anos e, após o procedimento, estava na UTI no hospital

dd94a62bf1e353a14e9b0586b125e06a.jpg Foto: Divulgação

O ex-prefeito de Joinville e ex-deputado federal Marco Tebaldi morreu neste domingo, 13 de outubro, aos 61 anos. Ele estava internado no Hospital da Unimed, em Joinville, e havia se submetido a um procedimento no canal da bílis há pouco mais de 10 dias, no qual contraiu uma infecção bacteriana. Ele lutava contra um câncer no pâncreas há dois anos e, após o procedimento, estava na UTI no hospital. Tebaldi deixa três filhos e um neto.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/da5766e97c60e8759e4c3acec5c7284a.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/b6557b3fc353d86e08085bfc422c0203.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/844d34f46b27043d5f0efe1b05cd10ee.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/df6a593e901dc2117f843d0d51547b2b.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/11752a1d8ad555efd6528e9dbc32b017.jpg

 

Entre os anos de 2000 e 2002, Tebaldi foi vice-prefeito de Joinville e ocupou o cargo de prefeito entre 04 de abril de 2002 até 31 de dezembro de 2008, após a renúncia de Luiz Henrique da Silveira. Em 2004 Marco Tebaldi concorreu a prefeito tendo Rodrigo Bornholdt como vice, e foi eleito em primeiro turno.

O ex-parlamentar também ocupou cargos como deputado federal, secretário estadual de educação, secretário municipal de habitação e presidente da Agência Municipal de Águas e Saneamento). Atualmente, Tebaldi era o presidente do PSDB de Santa Catarina.

Em 2012, concorreu novamente à Prefeitura e ficou em quarto lugar. Na época, era deputado federal — havia sido eleito em 2010 e foi reeleito em 2014. Licenciou-se do mandato em março de 2011 para assumir o cargo de Secretário da Educação do Estado de Santa Catarina, que ocupou por um ano, até março de 2012.