Terca-Feira, 02 de Marco de 2021

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Ministério da Saúde dispensa licitação para aquisição de vacinas

Objetivo é agilizar a compra de imunizantes da Índia e da Rússia

1ac3a8811cbc03f0a9104bbc82177b0c.jpg Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Saúde dispensou o uso de licitação para compra das vacinas Covaxin, da Índia, e Sputnik V, da Rússia. O objetivo é dar mais agilidade ao processo de aquisição desses imunizantes.https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1401833&o=nodehttps://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1401833&o=node

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/74a35354da1dd98dcb1ca46aa9144b24.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/2edbf97c4ed2488011199c38854cd348.jpg

 

A compra ainda depende da aprovação para uso emergencial da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

No total, serão disponibilizadas para a população 10 milhões de doses da Sputnik V e 20 milhões da Covaxin.

As entregas devem começar em março e deverão seguir o seguinte cronograma:

Sputtnik V

Março: 400 mil

Abril: 2 milhões

Maio: 7,6 milhões

Total: 10 milhões de doses

Covaxin

Março: 8 milhões

Abril: 8 milhões

Maio: 4 milhões

Total: 20 milhões de doses.

O investimento previsto é de R$ 639,6 milhões na vacina russa e R$ 1,614 bilhão na vacina da Índia.

 

Fonte: Agência Brasil