Domingo, 25 de Julho de 2021

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Jovem é encontrada morta pelo pai, em Indaial

Pelas características, mulher, de 21 anos, teria sido vítima de homicídio doloso.

297a510252b126e36bb54916d72ee446.jpg Foto: Divulgação / Polícia Militar

Na manhã deste sábado, 12 de junho, o corpo de uma mulher, de 21 anos, foi encontrado no interior de uma residência, na Rua Lontras, bairro Rio Morto, em Indaial. O chamado foi realizado pelo pai da vítima.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/85293bc73280aec91bf17c8c1077f6ea.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/1bff02dcfd1d4b63a29fd5aef07863fa.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/96318eb7b3abf70d3b6fcdcbe9dc7740.jpg

 

Segundo as informações da Polícia Militar, o homem relatou o desaparecimento da sua filha e afirmou ter visto um corpo caído dentro da residência, parecido com o dela. Ao chegarem ao endereço, os policiais encontraram a porta trancada, sendo necessário o uso de meios alternativos para acessar o espaço interno.

Após entrar na casa, foi verificado que havia forte odor cadavérico e sinal de luta corporal no ambiente, uma vez que os móveis estavam revirados. Atrás do sofá, havia um corpo de uma feminina, vestida com calça jeans e casaco vermelho. A face apresentava cor arroxeada, bem como, suas mãos.

A boca e o nariz estavam envolvidos com material parecido com fita tipo fita crepe ou esparadrapo. Diante das características, a mulher pode ter sido asfixiada, num suposto homicídio doloso.

 

 

Uma testemunha relatou que o veículo da feminina não estava no local e que na última segunda-feira, visualizou um masculino almoçando com a vítima. O pai também informou que sua filha fez um último contato com ele, na terça-feira, por volta das 10h.

O homem relatou, ainda, que ela lhe disse, no sábado, que “precisava resolver umas coisas”. Diante do desaparecimento da filha, ele saiu da cidade de Foz do Iguaçu (PR), onde reside, para verificar o que teria acontecido.

Por conta dos fatos, foi lavrado um Boletim de Ocorrência, a fim de serem tomadas as providências cabíveis, além das investigações acerca dos acontecimentos.



Tags: