Terca-Feira, 13 de Abril de 2021

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Esportes de contato não poderão retornar, por enquanto

Regras estão dispostas na Portaria SES Nº 1005, publicada em 23 de dezembro de 2020.

760e243ff0ae6aba977c83f3a8901202.jpg Foto: Mauricio Vieira / Arquivo / Secom

A notícia de que as atividades esportivas coletivas de cunho recreativo foram liberadas, em Santa Catarina, deixou o setor bastante animado. Afinal, os praticantes de modalidades, como o futebol, não veem a hora de poder voltar às atividades.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/ffd61332a4e29290e4edbdc12b3cf4f1.png https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/d71818c47d981bb85097e8de3648507e.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/6830f4aab4becca3ba3287be9a73ad20.jpg

 

No entanto, a prática só poderá ser liberada nas regiões cuja Matriz de Risco estiverem nos níveis Alto, Moderado ou Grave. Diante disso, como todo o estado de Santa Catarina permanece no nível Gravíssimo - conforme a divulgação do último sábado, 27 de março -, os esportes coletivos terão que esperar mais um pouco.

É o que diz a Portaria SES Nº 1005, de 23 de dezembro de 2020. De acordo com o Art. 2º, “o retorno das atividades se dará de forma gradual e monitorada, considerando a Avaliação do Risco Potencial para Covid-19 nas regiões de saúde: § 1º Nas Regiões de Saúde com Risco Potencial Alto, Moderado e Grave (representado pelas cores amarela, azul e laranja respectivamente) na Avaliação de Risco Potencial para Covid-19, os esportes coletivos recreativos estão liberados em todos os dias da semana. § 2º Nas Regiões de Saúde que apresentem Risco Potencial Gravíssimo (representado pela cor vermelha) na Avaliação de Risco Potencial para Covid-19, os esportes coletivos recreativos ficam proibidos, exceto os esportes recreativos individuais e aqueles que não acarretem contato físico.”

Segundo o presidente da Funpeel, Arlindo Ewald, quando a região voltar ao nível Grave, as atividades também poderão ser retomadas, com todos os cuidados determinados pelos Decretos. “Mesmo com a revogação, no fundo, não houve alteração, pois voltaram a valer as regras da Portaria SES Nº 1005. Ou seja, teremos que aguardar mais um pouco. Em conversas com nosso setor jurídico, há um debate sobre a aplicabilidade do Decreto e se ele se sobrepõe à Portaria. Mas, por agora, valem as determinações que vinham sendo obedecidas antes”.

 

 

Confira o que pode e o que não pode ser realizado:

• Calendário de eventos esportivos organizados pela Fesporte - Não autorizado.

• Quadras, canchas e campos - Não autorizado em nível de risco Gravíssimo para esportes recreativos coletivos. Esporte individual autorizado.

• Esportes recreativos coletivos competições e afins, com ou sem contato direto entre as pessoas, em qualquer local, público ou privado - Não autorizado em nível de risco Gravíssimo.

Exemplos: basquetebol, hóquei na grama, futebol amador, futebol sete, beach soccer, futsal, handebol, goalball, rugby, futebol americano, beisebol, softbol, voleibol, vôlei de praia, futevôlei, punhobol e pólo aquático.

• Esportes individuais

- Autorizadas modalidades sem contato direto.

Exemplos: atletismo, canoagem, ciclismo, golfe, ginástica, xadrez, bocha, bolão 16, bolão 23, automobilismo, motociclismo, tiro esportivo, tiro com arco, power lift, halterofilismo, surfe, bodyboard, skate, escalada esportiva, triatlhon, pentatlo moderno, hipismo, esgrima, badminton, remo, vela, tênis de mesa, tênis, beach tennis, natação, squash, paddle e patinação.

- Não autorizadas modalidades com contato direto.

Exemplos: boxe, judô, karatê, taekwondo, wrestling (luta livre), jiu jitsu, muay thai, MMA, capoeira e wu shu.



Tags: