Sábado, 04 de Julho de 2020

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Com nova fiação, Kyly irá gerar 120 empregos, em Pomerode

Empresa pomerodense apresenta crescimento e segue investindo em sua produção, na cidade

a47f805d6e251e7b6353654d97e586c1.jpg Foto: Arquivo JP

A Kyly foi habilitada pelo Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (Prodec) e receberá benefícios fiscais do governo do Estado para a implantação de uma nova linha de produção de fios de algodão em Pomerode. A empresa, conhecida pelas marcas de vestuário infantil, já havia anunciado os planos de expansão e modernização do parque fabril em dois momentos - em outubro de 2018 e em março deste ano.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/da5766e97c60e8759e4c3acec5c7284a.jpg https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/b6557b3fc353d86e08085bfc422c0203.jpg

 

Os incentivos concedidos pelo Prodec equivalem a uma fatia pré-determinada sobre o valor do ICMS que será gerado com a implantação ou a ampliação de empreendimentos industriais. O projeto da têxtil pomerodense aprovado soma investimentos totais de R$ 47,8 milhões, segundo informação repassada à coluna pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável.

Um dos critérios para a adesão é a geração de emprego e renda. Com a ampliação, a Kyly prevê a geração de 120 empregos diretos e outros 25 indiretos. A previsão é que a nova fiação comece a operar em dezembro.

A Kyly é a terceira indústria têxtil da região a receber incentivos fiscais para expansão das atividades via Prodec neste ano. 

Quer receber as notícias de Pomerode e região pelo WhatsApp? Clique aqui.