Quarta-Feira, 08 de Abril de 2020

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Ações que prepararam para o futuro na indústria

ANDRITZ é uma das empresas que realiza ações para promoção de conhecimento aos jovens, visando sua preparação para o futuro

1b0ee354b80a1a695251105f725a4a1b.jpg Foto: Arquivo Jornal de Pomerode

Ofuturo, na indústria, é um tema que recebe muita atenção em uma das empresas de Pomerode. A Andritz Separation, em 2019, desenvolveu diversas ações, principalmente, nas escolas, para introduzir a temática da Indústria 4.0.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/da5766e97c60e8759e4c3acec5c7284a.jpg

 

Uma das ações realizadas pela empresa, em parceria com a Junior Achievement, é o Programa nas Escolas. Os colaboradores voluntários recebem treinamento e material específico para atuarem, em duplas, como “professor por um dia”. “De maio a outubro, trabalhamos os temas ‘As vantagens de permanecer na escola’, ‘Conectado com o Amanhã’ e ‘Futuro do Trabalho’ com as escolas Almirante Barroso, Curt Brandes, Nossa Senhora de Fátima, José Bonifácio e Doutor Blumenau, envolvendo quase 1.000 alunos”, afirma Elize Groh Teske,  responsável pelas ações de Sustentabilidade na ANDRITZ.

“De maio a julho, recebemos as três turmas de Ensino Médio do Colégio Doutor Blumenau através da #NaANDRITZ. Este Programa é estruturado para que os colaboradores voluntários da indústris apresentem a empresa, falem sobre autoconhecimento e conversem com os jovens sobre as profissões e oportunidades de carreira na ANDRITZ. As avaliações dos alunos foram muito positivas, o que nos motiva a seguir inspirando jovens”, destaca Elize.

 

 

Visita técnica à empresa é parte das ações de preparação. (Foto: Arquivo Jornal de Pomerode)

Semana do conhecimento prepara para o futuro

A 3ª Semana do Conhecimento foi realizada entre os dias 23 e 26 de setembro de 2019. Nestes quatro dias, o evento teve como objetivo promover a educação como ferramenta de transformação para a sustentabilidade, com base nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e nas necessidades locais da cidade, considerando as iniciativas privadas, públicas e comunidade como um todo. No primeiro dia, os participantes puderam conferir uma palestra sobre inovação e criatividade na era digital, da consultora Martha Gabriel, autora de livros e apresentadora da websérie “Caminhos da Inovação” e do programa “Sebrae Digital” da Rádio Jovem Pan, que falou sobre o impacto da revolução digital na sociedade, na educação e no trabalho.

A Semana seguiu com uma mesa redonda sobre “O impacto das novas tecnologias na sociedade”, mediada por Evandro Badin, diretor executivo da ONG Junior Achievement. Para fechar o evento, o tema abordado foi “Inovação em Pomerode, e agora?” conduzido por Fernando Granato, empreendedor na área educacional, cofundador da Quiron Educação e da Decodifica School, e membro da rede Global Shapers. 

Mas, a grande novidade do evento foi um Hackathon, que é uma maratona de inovação muito utilizada na área de tecnologia. A atividade foi desenvolvida especialmente para jovens selecionados de toda a rede de ensino de Pomerode, de faixa etária entre 14 e 18 anos, que tiveram a oportunidade de apresentar suas ideias, trabalhar em equipe, planejar e estimular sua criatividade, preparando-se, desta forma, para o mercado de trabalho. Ao fim do evento, os grupos apresentaram suas ideias no Teatro Municipal para uma banca avaliadora.

 

(Foto: Arquivo Jornal de Pomerode)

Letícia Peixoto, 14 anos, é estudante da escola José Bonifácio e participou de uma atividade como esta pela primeira vez.  “Essa vivência que estamos tendo aqui irá nos preparar muito para o futuro, no mercado de trabalho. O trabalho em equipe é muito bom, pois você precisa saber ouvir as ideias dos outros e é assim que um projeto anda. São 24 horas que você aproveita cada segundo, achei incrível. Ainda não passa pela minha cabeça sobre o que quero seguir na minha vida, mas já fiz outros cursos de gestão empresarial. Acho que devo trilhar por esse caminho, futuramente”, relata a jovem. 

Já Bruna Luiza Florão Maas, de 14 anos e estudante da E.B.M. Amadeu da Luz, juntamente com sua equipe, apresentou um projeto para melhorar a mobilidade urbana de Pomerode, focado mais nas ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas da cidade, através de um aplicativo de celular, que possa ser utilitário ao usuário, podendo alugar bicicletas e ver o mapa do município com seus pontos turísticos e outros serviços oferecidos pela cidade.

“Nós fizemos uma pesquisa com várias pessoas para saber a opinião delas sobre a qualidade das nossas ciclovias. Com as respostas deste questionário, pensamos em um projeto para melhorar a mobilidade da cidade, através de um aplicativo de celular, visando mais o uso da bicicleta e promovendo o respeito entre motoristas, motociclistas e ciclistas”, explicou a jovem.

As iniciativas de responsabilidade social da ANDRITZ são o reflexo da preocupação da empresa com o desenvolvimento de seus colaboradores. 

“Nossa responsabilidade social começa internamente, com o desenvolvimento de nossos colaboradores e se estende à comunidade, para as pessoas que que ainda farão parte de nosso time, num futuro próximo, ou contribuirão com outras empresas da cidade. A ANDRITZ acredita na importância de preparar os jovens para o mercado de trabalho para que contribuam com o futuro de Pomerode”, finaliza Michelli Gadotti, Gerente de RH da ANDRITZ.

 

Quer ser o primeiro a receber as notícias de Pomerode e região pelo WhatsApp? Clique aqui.