Esporte

Morre o empresário pomerodense Williberto Hoffmann, aos 75 anos

Óbito foi confirmado na madrugada desta terça-feira, no HMRT.

21 de junho de 2022

Foto: Aldo Medeiros

Um dos principais nomes do Tênis de Mesa brasileiro, nos deixou na madrugada desta terça-feira, 21 de junho. Aos 75 anos, Williberto Hoffmann faleceu no Hospital e Maternidade Rio do Testo (HMRT), por volta das 2h.

continua após a publicidade

Willi, como era mais conhecido, foi o sócio-fundador da Hobby Brasil, fabricante de artigos para a modalidade e que, há mais de 35 anos, fornece os produtos para a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM). A empresa está sediada no bairro de Pomerode Fundos.

No fim de 2021, em entrevista à CBTM, o empreendedor catarinense contou um pouco de sua história, que foi iniciada com a fabricação de mesas para uso em garagens. Com o tempo, conheceu melhor o Tênis de Mesa, uma modalidade que não era olímpica na época, mas era praticada em nível mundial.

continua após a publicidade

“Foi então que me apaixonei pelo esporte. Por isso, busquei contato com a Federação Catarinense, com o objetivo de conhecer mais a fundo e entender como poderia ajudá-lo. E isso me levou a outro patamar”, ponderou, na época.

Para o presidente da CBTM, Alaor Azevedo, o empresário pomerodense foi fundamental para o desenvolvimento da modalidade, em nosso País. “A Hobby tem colaborado muito com o crescimento do Tênis de Mesa brasileiro, há anos produzindo mesas de qualidade, com preços competitivos”.

 

Presidente da CBTM, Alaor Azevedo; vice-presidente, Vilmar Schindler; e o empresário Williberto Hoffmann, em Joinville, no fim de 2021 | Foto: Aldo Medeiros

 

Ainda no fim do ano passado, Hoffmann deixou o comando da sua empresa. “Foram 35 anos de uma atividade muito grata. Acima de tudo, não visamos somente o lucro da fábrica. Botamos muito amor e coração no nosso trabalho”, descreveu.

Durante estas três décadas e meia, o empresário vendeu mais de 23 mil mesas, distribuídas principalmente pelo Brasil, mas também no Paraguai, Argentina, Uruguai e Angola. “Saio grato e de coração leve desta atividade, pois tenho a certeza de que contribuí bastante”, concluiu.

 

Willi com sua esposa e filhos | Foto: Arquivo pessoal

 

Williberto Hoffmann deixa enlutados a esposa, Hera, os filhos Stuart, Débora e Glauco, além de um genro, duas noras, dois netos e demais familiares e amigos.

O velório está acontecendo na Igreja Luterana de Testo Alto I. Já o Cerimonial de Despedida ocorre a partir das 16h, para a posterior cremação, no Crematório Neuhaus, em Blumenau.

 

Notícias relacionadas

Mais Lidas