Esporte

Fortes emoções a mais de 150km/h

Pomerodense vem se destacando em competição de arrancadas, em Balneário Camboriú.

28 de maio de 2022

Uno 1994, especialmente preparado para as competições | Foto: Divulgação

Para quem gosta de velocidade e adrenalina, Luan Andreas Wurz, de 24 anos, o “Arrancadão” é uma ótima pedida. Participando há cerca de um ano da Lista 47, o pomerodense está na sétima posição no ranking, com perspectivas de continuar crescendo.

continua após a publicidade

Competindo com um Fiat / Uno 1.6R, ano 1994, Wurz explica como iniciou sua trajetória dentro da competição.

“A paixão por carros já vem desde a infância, sempre querendo aprender sempre mais sobre. Tanto que já acompanho as arrancadas e corridas há alguns anos. Um dia, meu amigo Marcos Bonatto, que também participa destes eventos, me fez a proposta de preparar um carro para andar na Lista 47. Naquele momento, eu não tinha condições de montar um veículo, então, fomos fazendo devagar e, depois de um ano, pude fazer minha estreia”.

continua após a publicidade

O piloto ressalta que todas as medidas de segurança são adotadas, incluindo, o lugar onde as disputas acontecem.

“A competição é realizada no Speedway Music Park, em Balneário Camboriú, local que oferece toda a estrutura para este tipo de evento. Além disso, carros e pilotos possuem alguns itens a mais de segurança, como cinto de segurança reforçado, santantônio, capacete, macacão e chave geral. Entretanto, a minha categoria – Street – possui algumas regras. O veículo não pode ter alívio de peso, como cortes na carroceria ou mudanças agressivas no carro, precisa ser íntegro, com pneus radiais e ser emplacado. É um veículo de rua, mas preparado para a pista”, explica, acrescentando que o seu equipamento tem 465 cavalos de potência e pode chegar a 155 km/h, o que faz com que percorra a pista, de 201 metros de extensão, em 8,1 segundos, o seu melhor tempo, até aqui.

 

Wurz, se preparando para o alinhamento na pista | Foto: Divulgação

 

Outro dado interessante é como são divididas as categorias. “A lista é definida pelo DDD da cidade do piloto. Por exemplo, andamos na Lista 47, que é a pioneira no Brasil e existe desde 2016. Atualmente, há várias no País e as Áreas 48 e 49 são as mais próximas de nós. Cada categoria tem 20 participantes, que podem fazer quatro ‘passadas’ por evento. Ganhou, sobe uma posição. Perdeu, desce uma. E assim é feito o ranqueamento”, destaca Wurz.

Na última competição, o pomerodense venceu todas as suas disputas, subindo quatro posições no ranking.

“Gosto da velocidade e da adrenalina e vejo que tenho muito a crescer ainda neste esporte. Por isso, agradeço a todos que me apoiam, mas principalmente, à Oficina Bonatto, que faz a preparação do meu carro e me incentiva a buscar, cada vez mais, os meus objetivos”, finaliza.

 

Confira uma das “passadas” vencedoras do pomerodense:

 

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade