Mundo

Criança é procurada após desaparecer em águas com crocodilos, na Austrália

Menino de 12 anos desapareceu na noite de terça-feira

3 de julho de 2024

Foto: Reprodução

No norte da Austrália, uma operação de busca intensa está em andamento para encontrar uma criança de 12 anos, supostamente arrastada por um crocodilo.

O menino desapareceu na noite de terça-feira, 02 de julho, enquanto nadava perto da comunidade isolada de Nganmarriyanga, a aproximadamente sete horas de carro a sudoeste de Darwin, no Território do Norte.

As autoridades policiais mobilizaram uma equipe especializada de resgate após relatos iniciais indicarem que ele poderia ter sido atacado por um crocodilo.

Embora os ataques sejam raros, o território é conhecido por abrigar a maior população de crocodilos-de-água-salgada do mundo, aproximadamente 100 mil deles.

A comunidade de Nganmarriyanga, anteriormente conhecida como Palumpa e habitada por apenas 364 pessoas, se uniu às forças policiais locais para iniciar as buscas pouco depois do desaparecimento do menino, ocorrido por volta das 17h30 no horário local (4h no horário de Brasília) nas águas do Mango Creek. As buscas incluem operações terrestres e aquáticas, com a possibilidade de emprego de busca aérea conforme relatado pela mídia local.

Crocodilos envolvidos em ataques a humanos na Austrália, geralmente são capturados e mortos.

Os crocodilos-de-água-salgada, encontrados desde Broome, na Austrália Ocidental, até Gladstone, em Queensland, foram quase extintos devido à caça, mas suas populações se recuperaram significativamente desde que a prática foi banida na década de 1970.

Notícias relacionadas