Mundo

Cometa aparecerá no céu noturno pela primeira vez em 50 mil anos

Segundo a Sociedade Planetária, o cometa C/2022 E3 (ZTF) tem uma órbita ao redor do sol, que acaba passando pelos locais mais distantes que fazem parte do sistema solar

10 de janeiro de 2023

Foto: Jose Francisco Hernández

Descoberto em 02 de março de 2022, o cometa C/2022 E3 (ZTF) fará uma aparição no céu noturno pela primeira vez em 50 mil anos. Os astrônomos descobriram o cometa usando uma câmera de campo amplo, no Observatório Palomar, em San Diego, Califórnia. Segundo a Nasa, a agência espacial norte-americana, a maior aproximação do cometa com o sol ocorrerá em 12 de janeiro.

Segundo a Sociedade Planetária, o cometa C/2022 E3 (ZTF) tem uma órbita ao redor do sol, que acaba passando pelos locais mais distantes que fazem parte do sistema solar, motivo pelo local demorou muito tempo para passar pela Terra novamente.

A Nasa afirmou que o cometa deve ser visível com binóculos no céu da manhã para observadores no Hemisfério Norte durante a maior parte do mês de janeiro. Já para o Hemisfério Sul, ele será visível no céu no início do mês de fevereiro.

Sua passagem mais próxima da Terra deve ocorrer entre 1º e 02 de fevereiro, segundo a EarthSky. À medida que ele fica mais próximo, será possível localizar o cometa perto da estrela brilhante Polaris, também conhecida como Estrela do Norte e deve ser visível no início da noite.

O cometa pode ser distinguido das estrelas por suas caudas de poeira e partículas energizadas, bem como pela cabeleira verde brilhante que o cerca. A coma é um envelope que se forma em torno de um cometa quando ele passa perto do sol, fazendo com que seu gelo sublime ou se transforme diretamente em gás. Isso faz com que o cometa pareça difuso quando observado por telescópios.

Com informação de CNN Brasil

 

Notícias relacionadas