Terca-Feira, 19 de Outubro de 2021

facebook_icon

Hoje: Máx 30Cº / Min 19°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Coluna do Mani - 01/06

20 anos de JP

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
https://jornaldepomerode.com.br/novo/midia/banners/banner_808x164/d71818c47d981bb85097e8de3648507e.jpg

 

Tudo começou com um sonho. Há exatamente 20 anos, quando foi veiculada a primeira edição impressa do Jornal de Pomerode, não poderia imaginar que alcançaríamos este patamar, com uma abrangência até internacional. O JP sempre teve o DNA inovador, desde o seu princípio e, mais uma vez, vamos nos transformar, buscando acompanhar as mudanças na forma de levar a informação.

A partir de agora, passamos a ser diários na internet, com conteúdo nas mais diversas mídias e ao alcance de um clique. Isso sem deixar de levar conteúdo de qualidade aos nossos assinantes, com uma edição impressa ainda mais completa.

Reafirmo, aqui, nosso compromisso com um jornalismo de qualidade, isento e comprometido com a veracidade dos fatos. E que venham mais 20 anos!

SC em destaque

Santa Catarina foi destaque em mais um estudo sobre startups no Brasil, que mostrou sermos o estado brasileiro que possui o maior número de soluções voltadas à indústria. 

O mapeamento Startup+Indústria foi feito pela Spin, aceleradora especializada em startups, com foco em indústrias em parceria com a A2C, empresa de transformação de marcas e de negócios. Participaram deste levantamento 55 indústrias de sete estados e 18 cidades, além de 295 startups de 22 estados e 81 cidades. O estudo revela que 30% das startups com foco em indústria estão em Santa Catarina. O estado de São Paulo segue com 29%.

Contas aprovadas

O Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE) analisou, na quinta-feira, dia 30, a prestação de contas do Governo do Estado, referente à gestão 2018. Por unanimidade, os conselheiros decidiram pela aprovação do balanço, recomendação que será encaminhada à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

“As contas melhoraram muito em relação a 2017. Tenho certeza que teremos um resultado ainda mais positivo para o próximo ano. Ainda temos um longo trabalho pela frente, é um processo contínuo de melhoramento. As recomendações do TCE são um manual de boa governança”, destacou o secretário de Estado da Fazenda (SEF), Paulo Eli.

No ano passado, as contas do Poder Executivo foram aprovadas por quatro votos a um, com 22 ressalvas. Na época, o único voto contra foi da auditora Sabrina Nunes Iocken, que, neste ano, reconheceu os esforços do Governo do Estado em solucionar os apontamentos.

Sobre a gestão 2018, a principal ressalva foi sobre a transparência nas renúncias fiscais. O relator do parecer, vice-presidente do TCE, Herneus de Nadal, destacou que o acordo de cooperação técnica, firmado com Governo do Estado no mês passado, dará mais transparência aos processo: “Tivemos um avanço significativo com o acordo, que permite ao Tribunal o acesso aos dados referentes às concessões de benefícios fiscais oferecidos à iniciativa privada nos últimos anos”.

Alerta aos empresários 

Nesta semana, a Associação Empresarial de Pomerode tomou conhecimento do uso indevido de seu nome relacionado a um convênio. Segue, abaixo, a nota da Acip:

“Na presente data (30.05), tomamos conhecimento de que estão usando indevidamente o nome da ACIP – Associação Empresarial de Pomerode para fazer um CONTRATO DE PARCERIA E CONVÊNIO tratando-se de um CARTÃO DE COMPRAS, denominado CARTÃO ARON CARD – cartão para descontos nas compras de produtos ou serviços adquiridos no estabelecimento comercial. 

Esclarecemos que a ACIP – Associação Empresarial de Pomerode não firmou nenhuma parceria/convênio com essa empresa CARTÃO ARON CARD. É importante que os Empresários fiquem atentos e qualquer dúvida entrar em contato com a ACIP.

A ACIP – Associação Empresarial de Pomerode já fez um Boletim de Ocorrência junto à Delegacia de Polícia Civil de Pomerode.
Atenciosamente, ACIP”.

Liberando a grana

O Ministério da Economia estuda liberar dinheiro de contas ativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para impulsionar a economia brasileira, afirmou o ministro Paulo Guedes, na quinta-feira, dia 30.

No fim de 2016, o governo de Michel Temer decidiu liberar recursos de contas inativas do FGTS para injetar fôlego na economia, em recessão. Agora, a ideia de Guedes é permitir, também, acesso ao dinheiro de contas ativas, vinculadas a trabalhadores com contratos ativos.

Para Guedes, são medidas que ajudam a economia, mas que têm que ser adotadas após a aprovação da reforma da Previdência, com a qual o governo busca equilibrar as contas públicas.

Menos impostos nos remédios 

A cobrança de ICMS sobre medicamentos, por meio da substituição tributária (arrecadação do imposto pela indústria), elevou a carga tributária do setor justamente para os mais pobres, que adquirem remédios genéricos. 

O fim da substituição tributária ao setor e outros problemas estão na pauta da reunião do Fórum Parlamentar em Defesa e Desenvolvimento do Comércio Atacadista e Distribuidor de Santa Catarina, na quinta-feira, dia 30 de maio, na Assembleia Legislativa, numa iniciativa do presidente do Fórum, deputado Milton Hobus.

Outro entrave aos distribuidores são multas indevidas aplicadas ao setor anos atrás, alerta o parlamentar. Segundo ele, o fórum também trabalha para reverter essas penalidades para as empresas terem tratamento justo e continuarem suas atividades.

 

 

 

 



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: