Comunidade

Capela Nossa Senhora das Graças tem nova cruz, em frente à igreja

Peça foi entalhada por Rui Knopf, que falou sobre o trabalho

2 de julho de 2022

Foto: Isadora Brehmer / Jornal de Pomerode

Quem vai à Capela Nossa Senhora das Graças ou passa em frente ao local, já percebeu algo de diferente no cenário. Isso porque foi instalada uma nova cruz em frente à construção, para manter a tradição católica de ter o objeto em frente à igreja.

continua após a publicidade

A cruz possui detalhes entalhados na madeira e é fruto do trabalho de um escultor, membro da comunidade. Rui Knopf foi o responsável por dar um toque especial à cruz, que tem cerca de cinco metros de altura, da base ao topo, e 2,6 metros de largura. O escultor mostrou a obra de arte e explicou como surgiu a oportunidade de contribuir com a comunidade.

“Sempre houve uma cruz em frente à igreja e, inicialmente, ela era de madeira, desde o ano de 1871, quando a comunidade foi criada. No entanto, como a madeira vai se degradando, com o passar o tempo, ela foi substituída por uma de ferro que, agora, foi transferida para outro local do terreno. Mas como as igrejas católicas sempre têm cruzes na parte da frente, a comunidade achou que precisávamos de uma nova”, conta Knopf.

continua após a publicidade

Um casal, que faz parte da diretoria, doou a peça de madeira que seria utilizada para fazer a cruz, do tipo Angelim Pedra e, neste processo, Rui foi convidado a contribuir, para dar um toque especial ao objeto, devido ao seu trabalho como escultor.

“Procurando inspirações na internet, achei este desenho, com as flores, e achei muito bonito. Mostrei ao padre e à comunidade o desenho para ser entalhado na cruz e todos gostaram. Foi então que iniciei o trabalho de entalhe”, afirma.

Foto: Isadora Brehmer / Jornal de Pomerode

 

Segundo o escultor, foram cerca de 100 horas trabalhando nela, sendo que o trabalho teve início no começo do mês de junho. Durante quatro semanas, Knopf seguiu trabalhando no entalhe da cruz, dedicando cerca de cinco a seis horas, por dia, à tarefa, até chegar ao resultado final.

“O resultado ficou muito bonito. A cruz não tem nenhuma aplicação de tinta e os detalhes em tom mais escuro foram feitos com maçarico e o restante recebeu apenas uma camada de óleo de linhaça. A estrutura da cruz tem detalhes por todos os lados e coloquei a minha assinatura na parte de trás”.

Para colocar a cruz em seu devido lugar, foi necessário o auxílio de um guindaste, em um trabalho cuidadoso e minucioso, realizado na semana passada. “Ela receberá uma bênção formal do padre, ainda, e torço para que ela possa ficar aqui por mais 100 anos, quem sabe. Foi um trabalho difícil, o maior que já fiz, mas é muito gratificante”, destaca o escultor.

 

Talento descoberto recentemente

Rui Knopf começou a trabalhar com madeira há cerca de quatro anos e meio. Tudo começou quando seria realizado um curso de entalhe em Pomerode, promovido pela Fundação Cultural, com uma professora de Treze Tílias.

“Como faltava uma pessoa para que completassem o número mínimo de participantes para abrir a turma, eu fui convidado e me convenceram a aceitar o desafio. No primeiro dia, a professora deu para cada um um desenho, para ser entalhado e eu logo terminei a tarefa. No segundo dia, ela me pediu que trouxesse algo que eu quisesse entalhar e levei uma foto da minha esposa. A professora disse que este tipo de obra era a mais difícil de ser feita, mas consegui terminar o trabalho em seis horas. Ali comecei a perceber que levava jeito e continuei me dedicando. Recebi mais dicas da professora e fui me aprimorando, com o passar do tempo”, relembra.

Um dos outros trabalhos feitos por Knopf para a Capela foi uma estátua de São Ludgero, para manter viva a lembrança de que foi ali que começou a comunidade católica de Pomerode. A igreja que hoje homenageia Nossa Senhora das Graças, era, inicialmente, a Capela São Ludgero.

A estátua é feita de madeira de canela e tem apenas a cor natural, sem nenhuma pintura. Knopf também costuma entalhar brasões de famílias, quadros com rostos e retratos da Santa-Ceia.

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade