Mundo

Cachorrinha dos EUA recebe o título de mais velha do mundo, com 22 anos

Com 22 anos e dois meses de vida, a cachorrinha da raça Toy Fox Terrier, mora na Carolina do Sul

8 de junho de 2022

Foto: Guinness World Records / Divulgação

Uma cachorrinha dos Estados Unidos, chamada Pebbles, recebeu o título de cão mais velho do mundo, ainda vivo, do Guinness World Records. Com 22 anos e dois meses de vida, a cachorrinha da raça Toy Fox Terrier, mora na Carolina do Sul.

continua após a publicidade

De acordo com a CNN Brasil, os tutores da cadelinha perceberam que ela poderia ser o cão mais velho vivo no mundo, quando o então ex-recordista, TobyKeith de 21 anos, foi anunciado no início do ano. A família, então, enviou uma inscrição e o recorde foi confirmado em maio deste ano, tornando Pebbles a detentora do título.

A cachorrinha nasceu no dia 28 de março de 2000 e, a cada novo aniversário, a data é celebrada com festa. Os tutores cuidavam, ainda, de Rocky, também um Toy Fox Terrier, que viveu até os 16 anos.

continua após a publicidade

Julie Gregory, uma das tutoras de Pebbles, contou que ela prefere dormir durante o dia, escutando música country, e acorda sempre por volta das 17h, para comer. Segundo a tutora, o segredo para a longevidade é tratar o animal de estimação como parte da família, proporcionando um ambiente feliz, com boa comida, limpeza, cuidados e qualidade de vida.

Em 2012, o veterinário responsável por Pebbles recomendou uma dieta de comida de gatos, mais rica em proteínas e à base de carne. A cachorrinha, segundo a tutora, ainda tem bastante apetite e, embora tenha alguns sintomas de idade, tem uma saúde fantástica.

Notícias relacionadas

Mais Lidas

Publicidade